Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Geral

Prefeitos da Baixada e Governo do Estado criam consórcio para tratar entulho

Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie uma mensagem com o texto "NILÓPOLIS" e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

O prefeito Alessandro Calazans foi nomeado diretor, assim como o de Mesquita, Gelsinho Guerreiro.

Os prefeitos de Nilópolis, Mesquita, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Belford Roxo, além do vice-prefeito de Duque de Caxias realizaram a assembleia geral para a criação do Consórcio Público de Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense na última sexta, 10 de maio. Com o apoio do Inea e do Governo do Estado, os municípios passarão a contar com locais adequados para o despejo de entulhos, contribuindo com o meio ambiente e com a limpeza das cidades.

ENCONTRO DE PREFEITOS
Foto: Divulgação

A solenidade, realizada na prefeitura de Mesquita, foi dirigida pela presidente do Inea, Marilene Ramos, que destacou o ineditismo do projeto, que vai contribuir para a limpeza dos rios, das cidades de uma forma geral e ainda vai incentivar a coleta seletiva na Baixada.

“Temos 450 milhões investidos nos rios da região, mas à medida que a gente avançou com o Projeto Iguaçu, nós vimos que a questão do lixo e do entulho tinha que ser resolvida, pois senão ficaríamos enxugando gelo. Poderíamos aplicar outros 450 milhões e teríamos o mesmo problema. Daí tivemos a ideia de criar o Entulho Limpo da Baixada, um programa absolutamente inovador, e aprovamos um recurso na ordem dos R$ 30 milhões que já começou a ser aplicado”, disse Marilene.

O prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos, foi eleito presidente do Consórcio e a cidade administrada por ele foi definida como sede provisória. O prefeito Alessandro Calazans foi nomeado diretor, assim como o de Mesquita, Gelsinho Guerreiro

Aprovado nas Câmaras de Vereadores dos seis municípios e na Assembleia Legislativa do Estado do Rio, o Consórcio tem o objetivo de enfrentar o problema causado pelos resíduos sólidos em geral, com ênfase nos de construção civil dos municípios integrantes. O prefeito Alessandro Calazans comemorou a efetivação do programa.

“Se tem um assunto que tira meu sono é o entulho. Porque você tira o entulho num dia e no mesmo dia já está sujo de novo. É um assunto que realmente perturba os prefeitos da Baixada e essa iniciativa que o Governo do Estado tem de nos oferecer mais uma ferramenta para que possa minimizar esse impacto é fundamental. Eu tenho certeza que esses ecopontos e essa estrutura que vai ser montada vai ser fundamental para que a gente possa minimizar esse grande problema que assola os municípios da Baixada”, frisou Alessandro Calazans.

A iniciativa é inédita no Brasil, o que poderá tornar a Baixada Fluminense num exemplo para a gestão de resíduos sólidos no Estado e no País.

Publicidade