Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Conselho Federal de Medicina Veterinária proíbe corte de cauda para fins estéticos em cães

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A amputação ou corte da cauda de cachorros para fins estéticos está proibida no Brasil. A notícia foi divulgada na última sexta-feira (21) pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CMFV), que determinou por meio da Resolução nº 1027, de 18 de junho de 2013, a proibição da prática de caudectomia quando a justificativa for meramente estética.

NÃO CORTE O RABO

Uma resolução do conselho já proibia a cordectomia (cirurgia que retira as cordas vocais dos animais), a conchectomia (para levantar as orelhas) e a onicectomia ( extração das unhas de gatos) desde 2008, mas apenas recomendava que a caudectomia não fosse feita.

Agora é oficial

Segundo nota publicada pela Assessoria de Comunicação do CFMV, o veterinário que descumprir a norma está sujeito a processo ético-profissional e pode perder o diploma.

A decisão do CFMV pode salvar muitos cães desta prática de mutilação estética desnecessária que causa dor e problemas de saúde ao animal. Cortar de um cão uma parte de seu corpo como a cauda pode causar, por exemplo, infecções na coluna.

Agora que a resolução foi determinada, a sociedade deve ajudar na fiscalização e denunciar caso saiba de veterinários que estão descumprindo a norma. De acordo com o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, a população pode procurar o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) de seu Estado para denunciar a prática. Segundo Arruda, amputar parte de um animal por motivo torpe é inadmissível.

Raças como Cocker Spaniel, Pinsher, Poodle, Pitbull, Rottweiller e Doberman são alvos comuns do procedimento. Os criadores praticam essa violência nos animais ainda filhotes, recém nascidos, com a desculpa de manter “características da raça”. Muitos exploradores mutilam os animais em casa, em condições precárias.

A caudectomia será permitida em casos específicos como câncer ou doença grave em que haja necessidade e benefício por parte do animal. A cauda faz parte do corpo do cachorro e cortá-la é uma crueldade, pois retira dele um importante meio de expressão.

Fonte: Anda
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais