Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Ficou no papel: Guarda Ambiental deveria fiscalizar o Gericinó

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI
SERGIO SESSIM
Ex-prefeito Sergio Sessim (PP). Foto: Divulgação

Com a preocupação e conscientização de proteger o meio ambiente de Nilópolis, e agregar responsabilidades entre a população e o verde do município, deveria estar em funcionamento a Guarda Ambiental de Nilópolis.

Por meio do decreto 6342, de 14 de dezembro de 2011, publicado na edição 2904 do Jornal A Voz dos Municípios Fluminenses (Diário Oficial), o prefeito Sergio Sessim criou o órgão, que estaria vinculada à Guarda Municipal e apoiaria os órgãos de proteção ao Meio Ambiente, como as polícias Federal, Militar Florestal, Corpo de Bombeiros, IBAMA, Defesa Civil, dentre outros.

Os agentes teriam como principais objetivos guardar, proteger e fiscalizar o patrimônio natural ambiental do município, através de ações de patrulhamento ambiental, agindo principalmente na fiscalização ambiental preventiva, educativa e punitiva de acordo com as diretrizes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA).

O decreto dizia ainda, que os guardas, iriam participar de cursos de treinamentos, capacitação e reciclagem ministrados pelos técnicos da SEMMA, e deveriam prevenir, fiscalizar e combater incêndios florestais e queimadas dentro do Parque Municipal Natural do Gericinó, porém até hoje nenhum guarda foi formado e o patrulhamento dentro do Parque do Gericinó continua a cargo de agentes da Guarda Municipal.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...