Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Publicidade

Calazans reúne-se com Agentes Comunitários de Saúde reintegrados

ALESSANDRO CALAZANSA Prefeitura de Nilópolis, em cumprimento da decisão judicial, reintegrou os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que haviam sido demitidos em maio. Na tarde desta terça, 7 de agosto, 40 dos 42 ACS compareceram a uma reunião com o prefeito Alessandro Calazans, na sede da Secretaria Municipal de Saúde. Todos foram orientados sobre horários e metas de trabalho e que o salário referente aos três meses em que foram afastados seria pago integralmente pela prefeitura.

O prefeito fez questão de convocar a reunião para deixar claro a todos os agentes do Programa Saúde da Família reintegrados que não haverá nenhum tipo de perseguição por parte do governo. Ele deixou claro, porém, que a prefeitura vai cobrar de todos os ACS o cumprimento da carga horária e o bom atendimento à população.

“Acredito no funcionamento do programa. E a realidade é que o PSF em Nilópolis não funcionava. Em dezenas de reuniões com grupos diferentes de pessoas que fiz, pouquíssimas eram as que afirmavam ter recebido a visita de um agente comunitário de saúde”, disse.

Calazans disse ainda que todos os reintegrados deverão cumprir com a carga horária estabelecida pelas diretrizes do programa: segunda a sexta, de 8h às 17h, com intervalo de uma hora e meia para almoço.

O prefeito deu, ainda, a oportunidade de os agentes reintegrados fazerem questionamentos sobre o programa. A uma dessas perguntas, sobre o porquê de não ter havido uma reunião prévia com os ACS antes de tomar a decisão pelas demissões, Calazans fez mea culpa.

“Tomei o cuidado de realizar reuniões com todos os grupos que poderiam vir a ser prejudicados por decisões desse governo e em todas elas encontramos soluções que não impactassem na vida dessas pessoas. No caso do PSF, assumo a responsabilidade de não ter feito essa reunião e peço desculpas a todos que trabalhavam efetivamente e foram prejudicados com essa decisão”, explicou.

Ao término da reunião, o prefeito ainda garantiu que, apesar de a justiça não ter determinado, pagará o salário retroativo aos três meses em que os agentes estavam afastados.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: