Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Grupo Benguelê revive a arte do samba de raiz em Nilópolis

GRUPO BENGUELE
Foto: Divulgação

Os moradores de Nilópolis, na Baixada Fluminense, agora têm onde matar a saudade dos grandes sucessos do samba em sua própria cidade. Todos os domingos, Arthur Gonçalves, Raphael Gordinho, Thiago Meck, Leonardo Teixeira e Raphael Assumpção, formam o Grupo Benguelê, que tem se destacado e levado centenas de pessoas todos os domingos, a partir das 19h, no Armazém do Pereira (Rua Darcy Vargas, 157, Centro). A roda de samba virou ponto de encontro de sambistas da região e já é considerado um dos grandes eventos do gênero e já no primeiro samba de 2014, neste domingo (5), a promessa é de mais alegria e momentos marcantes.

Formado em 2010, o grupo Benguelê, cujo nome vem de uma cantiga nostálgica dos escravos, surgiu em uma reunião de amigos que sentiam falta de samba de raiz na cidade. Com o repertório feito com grandes sucessos, o pagode foi ganhando adeptos e, hoje, é um dos destaques na Baixada Fluminense. A roda de Samba do Armazém do Pereira já recebeu grandes nomes como, Mestre Monarco da Portela, Aluísio Machado, Toninho Geraes, Trio Calafrio, Fábio Beça do Grupo Bom Gosto, Neguinho da Beija Flor, Velha Guarda da Beija Flor, entre outros artistas.

Responsabilidade dobrada

Um dos integrantes do grupo, Leonardo Teixeira, fala sobre a experiência e responsabilidade de levar o samba de raiz para os sambistas de Nilópolis, muito identificados com o gênero: “Aqui é terra de sambista, né. Não tem enganação e se o pessoal gosta de verdade é porque o trabalho está sendo bem feito. Tentamos fazer tudo com a maior qualidade e é muito bom ver o samba aprovado por grandes mestres como Neguinho da Beija Flor e Monarco, da Portela”, disse.

Para começar o ano de 2014 muito bem, o Grupo Benguelê é semi finalista do concurso “Talentos do Samba”, realizado por uma grande cervejaria. Foram mais de 100 inscritos e os meninos da Baixada Fluminense estão entre os dez semi finalistas. A música apresentada é Canto Benguelê, composta por Macedo Griot e Thiago Meck, uma das mais pedidas ao grupo nas rodas de samba.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais