Notícias de Nilópolis todo dia

Publicidade

Conselho de Segurança se reúne pela primeira vez em 2014

CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA
Foto:  Arquivo/Luis Pimenta

Ocorreu na noite do último dia 14, a primeira reunião do Conselho Comunitário de Segurança de Nilópolis neste ano de 2014. Como de costume, participaram dos debates membros da sociedade civil, o secretário de Segurança do município Felipe Cavalcanti, e representantes das policias civil e militar.

Dentre os temas debatidos, as autoridades reforçaram a necessidade da população que for vítima de qualquer tipo de violência ou assalto faça o registro de ocorrência na 57ª Delegacia de Polícia, no bairro Cabuis, para que as forças de segurança possam ter a exata noção do que vem ocorrendo no município, facilitando o planejamento das rondas policiais.

Coube ao secretário de Segurança Felipe Cavalcanti fazer uma explanação das providências que sua pasta vem tomando para proporcionar mais segurança aos nilopolitanos. Ele explicou que tão logo saía a lista dos aprovados no concurso da Guarda Municipal irá solicitar a imediata convocação dos mesmos para integrar a tropa, aumentando assim o efetivo no município. Felipe também garantiu que ainda em fevereiro, as 55 câmeras espalhadas por Nilópolis já estarão em funcionamento, permitindo que o Carnaval já seja completamente monitorado. Ele destacou que todas as câmeras funcionarão 24h por dia e estarão interligadas com a Polícia Militar. Ele aproveitou para justificar que houve um atraso na construção da Central de Monitoramento na Praça Vereador Orlando Hungria, por conta das fortes chuvas que ocorreram em Dezembro.

Também foi informado no Conselho, que a 57ª Delegacia de Polícia, que atende ao município, contará ainda este mês com mais duas policiais, aumentando para quatro o número de policiais femininas para atender, principalmente os casos que envolvam vítimas mulheres.

Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais