Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Raíssa: há 12 anos soberana dos ritmistas da Beija-Flor

RAISSA DE OLIVEIRA
Rainha de bateria Raissa de Oliveira. Foto: Divulgação

Quando estreou como rainha de bateria da Beija-Flor, Raíssa de Oliveira tinha só 12 anos. E eis que, neste carnaval, a bela completa mais um 12º aniversário, só que de reinado à frente dos ritmistas da azul e branca de Nilópolis. A menina, hoje com 23 anos, recém se formou em jornalismo e ostenta o título de soberana há mais tempo numa mesma escola no Grupo Especial. E mesmo com tantos anos de Avenida — ela já desfila desde os 7 anos — garante: experiência não facilita as coisas na hora de entrar na Sapucaí.

— Não tem essa de experiência. Todo ano, para mim, parece uma estreia. Só consigo dar tchau ao nervosismo quando piso no setor 1, com o pé direito — diz Raíssa.

Mas uma coisa ela não pode negar: ganhou um preparo físico invejável após anos de Sapucaí. No último ensaio da escola, por exemplo, foram quatro horas seguidas sem parar de sambar.

— Você pode imaginar o que é sambar e cantar por tanto tempo, sem descansar, e em cima do salto? É um intenso exercício aeróbico — afirma a rainha.

Para o próximo desfile, seu 12º seguido como soberana da Beija-Flor (ela estreou como rainha em 2003), Raíssa diz estar ansiosa. E afirma: a Beija-Flor fará um desfile explosivo para recuperar o título.

— A comunidade está com muita garra e, agora, ainda mais feliz com a reforma da quadra. Não há como não ficar ansiosa. Sou suspeita para falar, mas o fato é que venho me arrepiando a cada ensaio. Estou sentindo um clima diferente na Beija-Flor — garante ela.

O enredo da Beija-Flor este ano é “O astro iluminado da comunicação brasileira”, uma homenagem ao diretor de TV Boni.

Fonte: O Globo
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais