Cultura

Nilópolis é representado no Seminário “Cultura e desenvolvimento local: o papel dos municípios”

Subsecretário de Cultura, Manoel Félix entre o deputado estadual e presidente da Comissão de Cultura da ALERJ, Zaqueu Teixeira e o Reitor da UERJ, Ruy Garcia Marques.

O subsecretário de Cultura, Manoel Félix, representou o município de Nilópolis no Seminário “Cultura e desenvolvimento local: o papel dos municípios”, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado, realizado nesta nesta quinta-feira (09), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro – ALERJ.

Durante o evento, foi lançado o Caderno de Cultura do Estado, realizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), em parceria com o Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado. Nesta publicação foi feita a identificação de como a cultura está estruturada e espacializada nos 92 municípios do Rio. “Estes encontros são importantissimos para a nossa cidade, e nossa secretaria tem estado sempre em diálogo com o Estado e com os órgãos de Cultura, como é a Comissão de Cultura da ALERJ. A revista é apenas uma prévia de uma série de iniciativas”, disse o subsecretário de Cultura, Manoel Félix.

O estudo teve como base o Mapa de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com a Petrobras, que registrou as atividades culturais mais importantes como festas tradicionais, festivais de cultura, patrimônios, artistas e personagens. O Caderno lista os bens materiais e imóveis (como arquitetura, sítios arqueológicos, espaços geográficos) e bens imateriais (como música, literatura, teatro, saberes e expressões), e divide as regiões de acordo com suas características predominantes.

A partir dessas informações, um grupo de 15 estudantes do curso de geografia da Uerj foi a campo e elaborou um instrumento com quatro mapas, que vai além de uma análise territorial. A intenção é que ele possa ser utilizado por gestores públicos na organização de roteiros turísticos e na projeção de planos para fomentar a cultura e valores locais, além de promover o desenvolvimento regional. O conteúdo final foi amplamente debatido com os secretários municipais de cultura que contribuíram com sugestões para elaboração de políticas públicas na área.

O Caderno de Cultura faz parte de uma trilogia de publicações que inclui também os Cadernos de Turismo – link e de Esportes – link, todos realizados em parceria com a Uerj. O próximo passo agora é fazer uma síntese dos três cadernos com o cruzamento dessas áreas.

Leitores Online

15 Leitores visualizando esta matéria

Publicidade

  • bannerebs.jpg

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade