Utilidade Pública

Procon interdita padaria e notifica supermercados em Nilópolis

Procon interdita padaria e notifica supermercados em Nilópolis
Estado da cozinha na Padaria Flor de Valença impressionou os fiscais. Foto: Divulgação

O Procon Estadual realizou nova ação da Operação Secos e Molhados nesta terça-feira (04) em Nilópolis. A fiscalização que teve o foco em supermercados, também vistoriou uma padaria alvo de denúncia que acabou tendo sua cozinha interditada pelas péssimas condições de higiene. Os fiscais descartaram 253kg e 654g de produtos impróprios ao consumo.

Denunciada no Procon-RJ, a padaria Flor de Valença, localizada na Estrada Antônio José Bittencourt, 217, teve sua cozinha interditada pelas péssimas condições de higiene. Além dos problemas estruturais que motivaram a interdição, os fiscais encontraram um gato, um botijão em uso sem autorização do Corpo de Bombeiros e 1kg e 700g de queijo vencido. A padaria não exibia cartazes do telefone e endereço do Procon, o que informa disponibilidade de água filtrada e gratuita, do combate à violência contra a mulher e não possuía Livro de Reclamações, Alvará de Funcionamento, além dos certificados do Corpo de Bombeiros, de dedetização e de potabilidade da água.

Balanço da Operação Secos e Molhados

1 – Supermercado Feira Nova (Estrada Getúlio de Moura, 411 – Olinda): Ausência do cartaz com telefone e endereço do Procon. Problemas estruturais: câmaras de laticínios e de carnes com sujeira no chão e ferrugem nos ralos. Vencidos: 378g de pizza, 2kg e 800g de queijo muçarela, 776g de linguiça calabresa.

2 – Padaria Flor de Valença (Estrada Antônio José Bittencourt, 217 – Centro): Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz com telefone e endereço do Procon. Ausência do Alvará de Funcionamento. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Ausência do certificado de dedetização. Ausência do certificado de potabilidade da água. Ausência do cartaz que informa disponibilidade de água filtrada e gratuita. Ausência do cartaz do combate à violência contra a mulher. Problemas estruturais: condições de higiene precárias, pisos quebrados, tetos rachados, fios expostos, sujeira no chão, ferrugem nos equipamentos, mofo no teto, lixeira sem tampa, ausência de tela de proteção na cozinha. Presença de botijão em uso, sem autorização do Corpo de Bombeiros. Presença de gato na cozinha. Alimentos sem especificações de validade: 1kg e 700g de queijo. Cozinha interditada.

3 – Supermercado Prezunic (Av. Getúlio Moura, 1591 – Centro): Problemas estruturais: ralo sem tela de proteção, pisos quebrados e pallets de madeira nas câmaras frias.

Não foram encontrados problemas no Supermercado Cristal (Estrada Antônio José Bittencourt, 429 – Centro).

Leitores Online

15 Leitores visualizando esta matéria

Publicidade

Publicidade