Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Centro Educação

Nilópolis ganha duas novas escolas municipais

NOVAS ESCOLAS MUNICIPAIS
As novas unidades irão funcionar no extinto CNEC. Foto: Google
Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie sugestões direto para a redação.

Foram publicadas nesta sexta-feira (21), no Diário Oficial do Município as portarias 4.380 e que criam duas novas unidades da Rede Municipal de Ensino em Nilópolis.

As escolas municipais Jorge Deocleciano de Oliveira e Jorge Mkhail Jarjous serão implantadas nos imóveis onde funcionavam as instalações do extinto Colégio Cenecista Nilo Peçanha, localizados, respectivamente, nos números 1655 e 1678 da Rua João Pessoa, no Centro.

A Escola Municipal Jorge Mkhail Jarjous atenderá exclusivamente a Educação de Jovens e Adultos (EJA). No período diurno se destinará a atender alunos da sexta, sétima, oitava e nona fase, com faixa etária de 15 anos completos ou a completar até 31 de março do ano vigente. Já no período noturno, destinará a atender alunos em regime semipresencial, com carga horária de 30% presencial e 70% semipresencial.

Já a Escola Municipal Jorge Deocleciano de Oliveira atenderá a educação Infantil, na faixa etária de 2 a 5 anos e onze meses e no Ensino Fundamental atenderá alunos do 1°, 2° e 3° anos de escolaridade.

As novas unidades foram batizadas com os nomes de duas importantes personalidades de Nilópolis:

Jorge Mkhail Jarjous, mais conhecido como Michel Jarjous, foi por três vezes vereador em Nilópolis e secretário de Fazenda no período de 2001 à 2008. Faleceu em agosto de 2015 aos 60 anos, quando assessorava o ex-prefeito Sérgio Sessim como assistente executivo na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

Já Jorge Deocleciano de Oliveira, mais conhecido como Jorginho Pelé, foi vereador e ex-secretário de Educação de Nilópolis, no Governo do prefeito Miguel Abrahão, além de ter sido professor no Colégio Estadual Aydano de Almeida e de escolas em outros municípios. Jorginho Pelé foi ainda servidor público federal e desfilou por vários anos na Escola de Samba Beija-Flor. Faleceu em janeiro de 2016 aos 68 anos.

Publicidade