Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Dicas para lidar com o entulho e não sujar as ruas de Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Ao iniciar uma construção ou reforma é importante ficar atento a um detalhe fundamental: a produção de entulho. Em grandes ou pequenas quantidades, esses materiais que não têm mais serventia devem receber a mesma atenção que qualquer outra etapa da obra. É responsabilidade do gerador do entulho dar a destinação adequada aos resíduos, conforme determina a Resolução 307 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), em vigor desde janeiro de 2003. É imprescindível acompanhar o processo de descarte, certificando-se do destino correto das sobras, para evitar aborrecimentos e, até mesmo, multas.

Quando a execução da reforma fica a cargo de um profissional especializado – arquiteto ou engenheiro – recomenda-se transferir para eles a responsabilidade de projetar o volume de entulho que será produzido, programar o serviço de recolhimento e o destino adequado. Mas, quando a reforma é coordenada pelo proprietário – que muitas vezes não tem experiência no assunto – é importante saber o que diz a lei e tomar alguns cuidados.

Antes de se decidir pela empresa que fornecerá a caçamba, certifique-se que está cadastrada na Prefeitura. No caso de Nilópolis, consulte através do telefone (21) 2692-1511 ou diretamente na sede da Secretaria de Serviços Públicos (SEMSERP) que fica na Rua Coronel França Leite, 2010, no bairro Nossa Senhora de Fátima.

Depois de escolhido o prestador do serviço, fique atento aos detalhes. Exija da empresa uma cópia do contrato e do Controle de Transporte de Resíduos (CTR), para garantir a destinação adequada do material. Verifique com a empresa se a permissão para a coleta é válida, já que a renovação é feita anualmente. Também é importante verificar se a caçamba enviada está dentro dos padrões exigidos, se foi estacionada corretamente e não irá atrapalhar o fluxo dos carros nem dos pedestres. Se a reforma acontecer em apartamento, é aconselhável informar-se com síndico ou zelador sobre as normas do condomínio para transportar o entulho.

Regras para remoção gratuita

Outra opção para descartar o entulho é usar o serviço de coleta domiciliar gratuito da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SEMSERP), desde que o volume esteja acondicionado corretamente em até 20 sacos. Caso o entulho esteja fora dessa regra, é necessário comparecer à Secretaria de Fazenda (Rua Pedro Álvares Cabral, 305/térreo, Centro) e pagar a taxa de remoção e só então entrar em contato com a SEMSERP, que irá agendar o dia para a retirada.

Quer entender como funciona? Veja abaixo:

Passo 1 – O cidadão entra em contato com o disque-entulho através do (21) 2692-1511 ou através da Ouvidoria Municipal (nilopolis.rj.gov.br/site/ouvidoria/)

Passo 2 – Os atendentes captam o pedido do cidadão, prestam as informações ao contribuinte e registram detalhadamente a solicitação.

Passo 3 – Depois disso o pedido do cidadão é encaminhado ao Departamento de Limpeza.

Entulho na rua causa enchentes

Os aterros clandestinos e depósitos irregulares de entulhos devem ser denunciados pelos contribuintes por meio do telefone 2692-1511 ou através da Ouvidoria Municipal no nilopolis.rj.gov.br/site/ouvidoria/.

Segundo o secretário de Serviços Públicos, Jorge Scalise, a maioria das enchentes é ocasionada pelo entupimento de ralos causados pelo depósito irregular de entulhos e para coibir essa prática, fiscais estão advertindo e multando os moradores que estejam cometendo esse crime:

“Com as ruas mais limpas e cuidadas, garantimos mais qualidade de vida e menos riscos de doenças trazidas pelo acúmulo de resíduos. Esse descarte irregular prejudica não só a saúde da população, mas também o seu deslocamento e, consequentemente, sua segurança”, disse o secretário.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...