Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Saúde

Nilópolis é representado em reunião no Hospital Geral de Nova Iguaçu

REUNIÃO
Foto: Divulgação
Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie uma mensagem com o texto "NILÓPOLIS" e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

A Prefeitura de Nilópolis esteve representada pelo Cel. PM José da Silva Macêdo Júnior e pelo Major PM Geraldo Fontes, respectivamente, secretário e subsecretário de Segurança Pública, e pelo secretário de Transportes, Amauri de Jesus, na reunião convocada pelo diretor do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), Joe Sestello. Na pauta a busca por iniciativas que possam ajudar a diminuir os índices de acidentes de trânsito.

De acordo com Joe, o número de acidentados que dão entrada nos hospitais da região é cada vez maior. Só no HGNI, em média, 300 pessoas vítimas de acidentes de trânsito são atendidas lá por mês.

REUNIÃO HGNI
Foto: Divulgação

De acordo com os representantes nilopolitanos, está sendo construída uma agenda conjunta entre os municípios limítrofes, educando os motociclistas a andarem com capacete e respeitar as normas de trânsito. A medida não irá beneficiar apenas o HGNI mas todos as unidades de saúde da região.

Dados recentes apontam que o acidentado de motocicleta tem sido o maior número de atendimento médicos. Sendo um doente caro, politraumatizado, que depende de um atendimento com maior número de médicos e demanda vários exames, além de ser um paciente que demora a sair da unidade hospitalar aumentando o custo.

Ficou agendado uma nova reunião para esta quarta-feira (20), onde cada município irá apresentar um levantamento dos locais de maior incidência de acidentes de moto, além de agendar um Dia D com operação de orientação e fiscalização em todos os municípios ao mesmo tempo.

Também participaram da reunião representantes das polícias Militar e Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros Militar, e demais municípios da Baixada Fluminense.

Publicidade