Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Transportes

Morre o condutor do trem que bateu em São Cristóvão

Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo
Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie uma mensagem com o texto "NILÓPOLIS" e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

Por volta de 15h15, o Corpo de Bombeiros confirmou a morte do condutor da Supervia que ficou preso às ferragens de uma composição que colidiu com outra na estação de São Cristóvão. Apesar das 7h de trabalho intenso dos homens do Corpo de Bombeiros,  Rodrigo Assunção, de 30 anos, saiu com balão de oxigênio, mas ao ser resgatado os socorristas precisaram fazer massagem cardíaca para tentar reanimá-lo. Um helicóptero do Corpo de Bombeiros pousou nas imediações da Quinta da Boa Vista para o resgate.

Desde a hora que chegaram, por volta das 7h, Bombeiros encontram dificuldades em chegar ao local onde estava o maquinista. Eles tentaram acessar o interior pela parte de baixo da composição. Muitos se amontoaram em um pequeno ponto.

A estrutura do trem estava totalmente retorcida. O clima é de comoção entre as pessoas que acompanharam a operação.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, outras oito pessoas ficaram feridas. Sete foram encaminhadas para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, e um para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, na Zona Norte. A Secretaria municipal de Saúde informou que todos tiveram traumas leves e seguem em estado estável.

Bombeiros se comovem no Resgate

Veja o vídeo do momento onde a vítima foi retirada das ferragens:

Em nota, a concessionária informou que o acidente foi por volta das 6h50m e que uma sindicância investigará o que causou a colisão.

O acidente

Em nota, a concessionária informou que uma sindicância foi instaurada para apurar as causas do choque. A Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro) informou, em nota, que está investigando as circunstâncias do acidente.

“Equipes técnicas foram enviadas à estação para fazer o levantando do local do acidente. Além das causas da colisão, também serão objeto de análise pela agência reguladora a adequação do atendimento prestado aos usuários pela concessionária SuperVia e dos procedimentos adotados para o restabelecimento da normalidade na operação comercial dos trens. A concessionária poderá ser multada”, diz a nota.

Via: G1 e Extra

Publicidade