Cultura Centro

Expo Ubuntu e Prêmio Mulher Negra são realizados em Nilópolis

Expo Ubuntu e Prêmio Mulher Negra são realizados em Nilópolis 7
Foto: Divulgação
Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou pelo Telegram CLIQUE AQUI

Nesta quarta-feira (31) o dia ficou marcado para aqueles que passaram pelo Calçadão de Nilópolis. A Prefeitura de Nilópolis, através das secretarias de Cidadania e Direitos Humanos, Turismo, Segurança Pública e Serviços Públicos realizou a Expo Ubuntu e Prêmio Mulher Negra.

“O objetivo do evento é homenagear a afro-empreendedora de Nilópolis, através da Expo Ubuntu, que não acontecia fazia um tempo no Município e hoje conseguimos trazer para o Calçadão. A secretaria abraçou com muito amor a causa das mulheres negras nilopolitanas.” Ressaltou o secretario Álvaro Cunha Ramos.

A Expo Ubuntu recebeu manifestações culturais e artísticas como: street dance, jongo, maracatu, bateria da escola de samba Beija-Flor e entre outras atrações. A exposição também contou com uma variedade de stands como: tranças, artesanatos, roupas e comidas. Dentre eles, podemos destacar o da empreendedora Maryana Oliveira, com seus brincos, tiaras e turbantes com diversas cores e estampas.

“Esse evento une as pessoas, é de extrema importância para resgatar e mostrar para o Município que perpetua a cultura. Estamos recuperando a história dos nossos ancestrais com a moda. Já estamos há 4 anos fazendo esse trabalho com os turbantes”, contou a empreendedora.

“A Expo Ubuntu vem com uma nova roupagem, com um nome muito forte, Sou – porque nós somos. Trouxemos empreendedores nilopolitanos, dando importância para os munícipes, com mais atividades na feira e diversas atrações artísticas”, disse o Junior Lima, Gestor de Projetos de Igualdade Racial.

Expo Ubuntu e Prêmio Mulher Negra são realizados em Nilópolis 8
Foto: Divulgação

O Prêmio Mulher Negra

O Prêmio Mulher Negra teve como objetivo elevar a auto estima por meio do fortalecimento da reflexão das desigualdades vividas pelas negras no seu cotidiano. Prestigiando 31 mulheres do Estado do Rio de Janeiro que de alguma forma fazem a diferença na vida profissional, religiosa, cultural, politica ou econômica.

Foram convidadas mulheres de todo o estado do Rio de Janeiro, escolhidas pelas suas histórias de vida e pela militância. O diferencial é que Nilópolis é o único município da baixada fluminense que está fazendo dois eventos de uma vez só, com a Expo Ubuntu e Prêmio Mulher Negra.

VIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE NILÓPOLIS