Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Saúde

Nilópolis inicia Campanha de Vacinação contra Sarampo

Nilópolis inicia Campanha de Vacinação contra Sarampo 1
Clique AQUI e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

A Prefeitura de Nilópolis, através da Secretaria de Saúde, dá início a campanha nacional de vacinação contra sarampo. De 06 à 31 de agosto, dando ênfase ao dia D, que acontece no dia 17.

Devem ser vacinados:

Maiores de 12 meses até 49 anos, que não puderem comprovar vacinação.

Alerta para situações especiais:

➢ todos que sejam caso confirmado ou suspeito de Dengue ou Chikungunya,

devem ter a vacinação contra o sarampo adiada para o período posterior à

fase aguda e o desaparecimento dos sinais e sintomas daquelas doenças;

➢ doses aplicadas em crianças entre 6 e 12 meses, que tenham tido contato

com caso suspeito, não devem ser consideradas como primeira dose, ou seja,

essas crianças deverão ser vacinadas na rotina, de acordo com o esquema

vigente;

➢ gestantes devem ser orientadas a não manter contato com casos e

comunicantes, durante o período de transmissibilidade e incubação da doença

Os Postos vacinantes no Município são:

➢Posto Central

➢ Cabral

➢ Complexo de Saúde

➢ Chatuba

➢ Nova Cidade (somente adultos)

➢ Novo Horizonte

➢ Nova Olinda

O Sarampo é uma doença infecciosa grave, contagiosa, que pode evoluir com complicações. A presença do vírus reforça a necessidade de esforços no sentido da vigilância epidemiológica ativa (notificação de casos suspeitos, idealmente, em 24 horas, investigação ágil, coleta adequada e envio das amostras).

Para prevenção e vigilância, são considerados casos suspeitos de Sarampo todos aqueles que, independentemente da idade, da situação vacinal, histórico de contato com casos confirmados e/ou suspeitos da doença, considerando os últimos 30 dias, com evidências dos seguintes sinais e sintomas:

Febre alta (≥38,5°C) com irritação na pele, tosse persistente, coriza, olhos irritados, conjuntivite.

Tipo de transmissão:

➢ forma direta, por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou

respirar.

Complicações mais comuns:

➢ infecções respiratórias/pneumonia

➢ otites

➢ doenças diarreicas

➢ doenças neurológicas, que podem aparecer após o 20º dia

Tratamento:

➢ não há tratamento específico. Se não houver complicações, o médico

recomendará muito descanso e executar medidas normais para controlar a

febre e evitar a desidratação (ingestão de líquidos). Os sintomas, geralmente, desaparecem no período de 7 a 10 dias.

Prevenção:

➢ vacinação, é a única forma de prevenir a doença

VIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE NILÓPOLIS

2 Comentários

Clique aqui para comentar

Publicidade