Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Centro Geral

Confusão marca “Sabadão da Biometria” em Nilópolis

CARTAZ AGENDAMENTO TRE
Cartaz foi colado dando informação diferente da divulgada pelo TRE-RJ. Foto: Divulgação
Clique AQUI e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

Quem acordou cedo no último sábado (31), para realizar o cadastramento da biometria no posto de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Nilópolis, teve que suportar a desorganização e a falta de informações.

Diferente do que o órgão havia divulgado, os eleitores que quiseram aproveitar o dia para participar do “Sabadão da Biometria”, como foi batizada a ação, tiveram uma surpresa desagradável ao comparecer no prédio onde também funciona a Prefeitura de Nilópolis. Funcionários do órgão não estavam atendendo a todos, apenas quem estivesse feito o agendamento pelo site eram atendidos. Lembrando que em nenhum momento o TRE-RJ havia divulgado ser necessário tal agendamento.

Dias antes o presidente do TRE-RJ, desembargador Carlos Santos de Oliveira, disse que o mutirão iria facilitar a vida dos eleitores:

“Com esse mutirão, procuramos facilitar a vida dos eleitores que têm pouco tempo nos dia úteis. É uma oportunidade para eles comparecerem aos postos de atendimento e fazerem a biometria”, garantia o presidente do órgão.

Para piorar a situação, uma informação errada foi divulgada através de um cartaz colado na porta principal da Prefeitura. Nele, segundo testemunhas, um funcionário do tribunal havia escrito não ser obrigatório a biometria. De acordo com o próprio site oficial do órgão, todos os eleitores do Estado do Rio de Janeiro deverão fazer a biometria, o que muda é apenas a data final para que eles façam o cadastramento. Segundo funcionários do posto do TRE em Nilópolis, o prazo para os eleitores do município se encerra em 2021, porém essa informação foi omitida da população.

Fato é que em nenhum outro ponto do Estado foram registrados ocorrências parecidas e o mutirão teria transcorrido de forma tranquila.  De acordo com o Tribunal, apenas os 7 municípios que já passaram pela revisão do eleitorado com biometria não fizeram plantão neste dia.

O TRE-RJ lembra que os eleitores quem não fizerem o cadastramento biométrico dentro do prazo terão seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público ou de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, além de também ter dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.

Publicidade