Educação

Professora do IFRJ Nilópolis levará projeto ao Reino Unido

Professora do IFRJ Nilópolis levará projeto ao Reino Unido 13
Foto: Divulgação.
Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou pelo Telegram CLIQUE AQUI

Entre as 70 candidatas selecionadas para participar do programa de formação “Mulheres na Ciência e Inovação” está Luísa Luz Marçal, ex-aluna e atual docente do Campus Nilópolis. Luísa, que também é responsável por supervisionar o Laboratório de Pesquisa I, foi escolhida para a primeira turma do evento, que ocorreu entre os dias 26 e 30 de agosto, no Museu do Amanhã. No ano que vem , em janeiro, ela participará de um estágio de 10 dias no Reino Unido.

O Museu do Amanhã e o British Council são os responsáveis pelo curso, que possui duração de uma semana, em tempo integral. O curso busca fortalecer a liderança feminina na inovação de base científica e tecnológica, e é voltado para pesquisadoras em áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharias e Matemática (STEM), que desejam inovar e empreender.

A professora contou que seu projeto sobre “bioplástico de biomassa descartada por indústrias brasileiras”, é diferente do que ela está acostumada a trabalhar, já que sua formação é fundamentada em síntese orgânica e não biopolímeros. Porém, decidiu se inscrever e acabou sendo chamada. “Eu não criei expectativas, mas fiquei muito feliz com a notícia”, afirmou Luísa.

No último dia de curso, Luísa teve que apresentar seu projeto com base nos conhecimentos adquiridos durante a semana de formação, para uma banca de “possíveis investidores”, em apenas dois minutos. A pesquisadora afirmou que durante toda a apresentação induziu a banca a perguntar o que ela queria falar, dessa forma, ganharia mais um minuto na exposição de sua ideia. “Eu falei o que queria que eles soubessem. Chamei a atenção para problemas atuais, porque o meu produto era importante para resolver esses problemas, e porque valia a pena investir em algo que ainda é uma ideia, e não em um projeto fechado”, contou.

Professora do IFRJ Nilópolis levará projeto ao Reino Unido 14
Foto: Divulgação.

Em relação a expectativa para o curso no Reino Unido, Luísa afirmou ser das melhores. “Eu acho que esse programa já acrescentou muito. Poder continuar, é ter a possibilidade de ampliar meus horizontes, criar mais ideias e, quem sabe, fazer parceiros para o projeto”. A professora finalizou dizendo que espera voltar com uma mente mais aberta, buscando construir as coisas que quer de forma mais consolidada, aprendendo mais. “Quero muito participar, estou muito feliz com a oportunidade”, concluiu.

Ela afirmou, também, que o educador tem que pensar no aluno como uma pessoa e indivíduo para o mundo, não para a sala de aula, ou para passar em uma prova. “Quando eu estudei no CEFETEQ os professores me prenderam, e temos esse potencial de prender os alunos, de fazer eles enxergarem quem são e que podem ser mais”. Luísa frisou ter se orgulhado de sua escolha, mesmo não sendo o que planejava no início da faculdade.

A diretora de Ensino de Graduação e Pós-Graduação, Fabiana Almeida, relatou a extrema relevância para a Instituição, para o campus e, especialmente, para as mulheres, pela representação do potencial feminino no âmbito das ciências e dos desenvolvimentos de pesquisas cientificas. “Ela é um orgulho para nós, por nos representar tão bem e de forma tão magnifica nesse evento que reuniu diversas pesquisas. Como sempre, ela foi um destaque”, afirmou.

Fabiana comentou, também, a felicidade em ter Luísa como docente do Campus Nilópolis. “Hoje é uma profissional que contribui para a formação de nossos discentes, mas já foi nossa aluna e teve toda sua formação conosco”. A diretora destacou, ainda, a dedicação e amor de Luísa pela pesquisa, sala de aula e alunos. “Esse é o ambiente dela, o que faz ela feliz, e nós só podemos parabenizá-a por nos representar tão bem”, completou.

Fonte: https://portal.ifrj.edu.br/professora-campus-nilopolis-levara-projeto-ao-reino-unido

Publicidade