Polícia

Entregas dos Correios continuam a ser alvos dos ladrões em Nilópolis

CORREIOS
Foto: Maricá Info
Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou pelo Telegram CLIQUE AQUI

Mesmo com as últimas prisões, os veículos dos Correios que fazem entregas de encomendas voltaram a ser alvo dos ladrões em Nilópolis.

No última sexta-feira (18), mais um cliente teve a sua encomenda roubada no município.  Apesar de não haver uma confirmação oficial por parte da empresa, informações dão conta que o número de casos de roubos aumentou nos últimos meses. A informação foi confirmada por funcionários da empresa estatal que não quiseram se identificar. “Ainda não é a mesma quantidade de 2014, mas o pessoal da entrega já está bastante preocupado”, disse o funcionário.

ENCOMENDA
Print mostra mais um roubo em Nilópolis. Foto enviada pelo leitor.

 

O último roubo teria ocorrido durante a tarde e a empresa não informou quais as circunstâncias e nem qual rua ocorreu. Tentamos contato com os Correios mas ninguém quis comentar o assunto.

Prisões

No último dia 17 de outubro, policiais militares do 20º BPM (Mesquita) conseguiram prender uma dupla que realizava roubos de carga em Nilópolis. A prisão foi possível após os militares encontrarem o veículo com a carga roubada na Rua Inácio Serra, no bairro Santos Dumont. Os dois acusados foram presos em flagrante e encaminhados a Delegacia da Polícia Federal, já que o roubo foi em uma empresa pública federal.

Antes, no dia 14 de setembro, o gerente da unidade dos Correios de Curicica, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi preso na porta da agência. De acordo com as investigações, ele teria subtraído mais de 200 objetos, entre celulares, relógios e muitos outros produtos. A soma do prejuízo foi de mais de R$ 400 mil.

Em casos de roubo das encomendas, o comerciante é obrigado a restituir o valor pago ou enviar um novo produto. Em alguns casos, as empresas buscam se eximir da culpa e obrigam os consumidores a buscarem seus direitos na Justiça.  Caso o lojista não aceite enviar outro produto ou devolver o valor pago, há duas opções: Procon ou acionar a empresa diretamente na Justiça.

Tentei de tudo, a empresa não retorna, o que fazer?

Procure pela nota fiscal, dirija-se até o PROCON Nilópolis, localizado na Rua Pedro Álvares Cabral, 305, Centro, leve o protocolo de atendimento e tudo que você guardou como informação (vale print-screens, confirmação de compra via e-mail, fatura do cartão, etc.). Exija seus direitos e deixe nas mãos do PROCON. Eles vão notificar a empresa que efetuou a venda e tomar as medidas cabíveis.

Caso ainda não haja resultado efetivo, aconselhamos a procurar seus direitos juridicamente. Isso é possível através de um advogado ou pelo Juizado Especial Cível, onde não há necessidade de um advogado.

Publicidade







WhatsApp chat