Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Presidente da OAB Mulher Barra se pronuncia sobre juíza que mede saia de advogadas

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A juíza diretora do Fórum de Iguaba Grande, Maíra Valéria Veiga de Oliveira, impede a entrada de advogadas cuja roupa esteja mais de cinco centímetros acima do joelho, critério que não encontra qualquer respaldo legal. A medição é feita pelos seguranças do fórum e, caso esteja em desacordo com as medidas estipuladas, as profissionais são impedidas de entrar no local.

A Dra. Ana Beatriz Nogueira, advogada militante há 32 anos e presidente da OAB Mulher Barra, entra frequentemente em diversos fóruns, inclusive fora do Rio de Janeiro, diz que jamais viu tamanho desrespeito e constrangimento como o ocorrido na Comarca de Iguaba Grande pela juíza e diretora do Fórum.

Foto: Ricardo Gatti

“Vejo que não só é arbitrária essa lei ou norma instituída pela Juíza, como fere diversos princípios. Primeiro o direito ao trabalho, segundo o Estatuto da Advocacia em seu artigo 6 onde não existe hierarquia entre juízes promotores e advogados, e terceiro a meu ver ela, enquanto mulher, não é solidária as causas que tanto lutamos que é a igualdade entre homens e mulheres quando nos remete a tempos sombrios em pleno século 21. Desta forma, não nos resguarda da igualdade que tanto lutamos, embora muitos possam pensar, erroneamente, que não temos essa prerrogativa.” – ressalta a Dra. Ana Beatriz Nogueira.

Como Presidente da Comissão OAB Mulher Barra, já em sua terceira gestão, a profissional relata que trabalha arduamente na defesa da mulher e pela mulher. E que não pode aceitar essa “norma”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...