Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Reportagem aponta suposto uso indevido de imóvel por pré-candidato em Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Na noite desta quinta-feira (16), a Rede Globo de Televisão exibiu uma reportagem no noticiário local RJ TV – 2, em que aponta o suposto uso irregular de um imóvel no bairro de Olinda. Segundo a reportagem os aluguéis e taxas seriam pagos com dinheiro público, através de verba da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro – ALERJ, através de repasse para o deputado estadual, Gustavo Schmidt (PSL), e não estaria sendo ocupado para uso do parlamentar, como prevê a Lei e sim para o pré-candidato a Prefeitura de Nilópolis, Wander Oliveira.

W.O., como é popularmente conhecido, estaria utilizando o imóvel, localizado na Rua Joaquim Máximo Soares, como escritório da pré-candidatura. Segundo a ALERJ, a verba de gabinete dos deputados pode ser usada para alugar imóveis para fins de atendimento da população junto aos deputados mas somente para eles, não podendo favorecer terceiros.

A equipe de reportagem acompanhou a movimentação do local, e conseguiu falar com Wander Oliveira que negou o uso indevido. Segundo ele, o imóvel é um escritório avançado do deputado Gustavo Schmidt (PSL), e confirma visitar o local com frequência mas sem fins eleitorais ou relacionados a sua pré-candidatura.

Redes Sociais

Em sua página oficial, uma das postagens tinha descrito o local como sendo o escritório de Wander. Questionado, ele nega e acredita que o responsável por sua página digitou a informação errada. Essa não é a primeira vez em que as redes sociais são palco de problemas na vida do pastor.

Em agosto de 2019, desde que anunciou a sua pretensão em disputar o cargo de prefeito de Nilópolis, o evangélico vem sofrendo com a ação de possíveis adversários políticos que se escondem atrás de páginas ou perfis falsos. O nível dos ataques desceu a tal modo que o alvo passou a ser a família do pastor.

Após a repercussão, Wander Oliveira gravou um vídeo ao lado de sua ex-esposa e desmentiu as acusações. Além disso, ele revelou que vai acionar a Justiça para que se apure quem está por detrás dos ataques e a ligação política dos envolvidos, além de cobrar reparação diante das acusações.

Fato é que novamente as redes sociais passam a ser destaque nas eleições em Nilópolis. Enquanto propostas ficam relegadas a segundo plano, ataques e postagens são usadas para angariar votos.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...