Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Números de homicídios e de roubos de carga seguem em queda no Rio

Números divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio revelam que os índices de violência no Rio mantiveram, no primeiro mês de 2020, a diminuição que vinham apresentando ao longo do ano passado. Os homicídios dolosos, que em 2019 registraram o menor patamar desde 1991, quando teve início a série histórica, permaneceram em queda. Foram 349 casos em janeiro deste ano contra 386 em 2019, uma diminuição de 9,6%.

Os roubos de carga tiveram uma das maiores reduções, de 22%. No primeiro mês do ano passado, foram 740 casos. Já em 2020, 163 registros a menos, com 577 casos no total. As áreas referentes aos batalhões de Olaria, na Zona Norte do Rio, de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e de São Gonçalo, na Região Metropolitana, foram os que registraram as maiores quedas no índice no estado.

Já se comparado o mês de janeiro de 2020 com o de 2018, a redução é ainda maior, de 59%. Há dois anos, foram registrados 977 roubos de cargas no estado.

Os roubos de veículos também seguem em queda. Foram 539 casos a menos em janeiro deste ano — uma redução de 14% em relação a janeiro de 2019. Foram registradas 3.785 ocorrências no ano passado e 3.246 em 2020. No topo da lista das maiores reduções nesse índice estão as áreas de três batalhões da Região Metropolitana do Rio — 12º BPM (Niterói), 35º BPM (Itaboraí), 7º BPM (São Gonçalo).

As mortes por intervenção policial tiveram uma ligeira queda, de 4,4%, neste primeiro mês do ano. No estado, 152 casos foram registrados, contra 159 em 2019. As regiões correspondentes aos batalhões das cidades de Niterói e Duque de Caxias, e também do bairro do Méier, na Zona Norte do Rio, são os que tiveram as maiores quedas nos casos registrados.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais