Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Coronavírus: Guarda Civil Municipal organiza filas nos bancos de Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Os Guardas Municipais de Nilópolis tem sido fundamentais nas ações da Prefeitura na prevenção e combate ao novo coronavírus.

Os agentes têm sido muito dedicados em várias atividades. Desde a entrada em vigor do decreto municipal, em 21 de março, que implantou o isolamento social, a guarnição está em toda a cidade solicitando que os transeuntes que se encontram nas ruas retornem as suas casas.

E a partir desta quinta-feira (02), diante do crescimento no número de pessoas que precisam utilizar os serviços bancários, a Guarda Civil Municipal (GCM) está trabalhando na organização das filas nas portas dos bancos, garantindo assim a necessária distância entre uma e outra pessoa como forma de evitar eventual contaminação pelo coronavírus.

DEMARCAÇÃO
Bolas foram pintadas no chão para marcar a distância entre os clientes. Foto: Divulgação

Nesta mais nova missão, a superintendente Operacional da Secretaria Municipal de Segurança Pública e comandante da GCM, Amanda Porto, explica que as ações procuram seguir as orientações das autoridades sanitárias:

“Nossa missão é proteger o patrimônio público, mas neste momento colocamos a tropa na missão de proteger as vidas dos nilopolitanos contra esse inimigo invisível. E para isso, estamos colocando alguns agentes nas portas das agências bancárias durante o período em que as mesmas estiverem abertas. Na porta de cada uma das nove agências, fizemos demarcações nos solos e colocamos cones e fitas demarcatórias de forma que as pessoas mantenham a distância mínima de 2 metros entre elas, além de solicitar que as agências mantenham os dois acessos abertos, ou seja, um para o atendimento presencial e outro para o uso dos caixas eletrônicos”, explica Amanda.

A medida tem surtido efeito e diferente dos últimos dias, os clientes já estão respeitando o limite mínimo estabelecido. Mas Amanda pede que a população também cumpra o seu papel:

“Infelizmente tivemos que intervir, é importante que todos nós tenhamos a consciência de que o combate ao vírus só será eficaz se cada um fizer a sua parte. Nossos agentes estão ali para ajudar, mas a população precisa entender que o isolamento social é a melhor maneira de combate e por isso recomendamos: fiquem em casa e apenas saia se houver real necessidade”, concluiu.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...