Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Secretaria de Transportes continua a monitorar entradas de Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Agentes do Grupamento Especializado em Trânsito – GET da Secretaria Municipal de Transportes continuam a fiscalizar as principais entradas de Nilópolis. Os profissionais fazem valer o cumprimento da portaria nº 002/2020 e o Decreto Estadual nº 46.970.

Os agentes, dentre outras medidas, buscam observar se os ônibus estão circulando apenas com passageiros sentados e se as janelas se encontram abertas. Além disso, eles também estão fiscalizando os veículos à serviço de aplicativos de transportes, que não podem circular com mais que dois passageiros.

Foto: Divulgação

Já nas ruas Roberto Silveira e Getúlio de Moura, os agentes impedem que ônibus, vans e veículos de transporte por aplicativos e similares acessem o município vindo do Rio de Janeiro. 

“Sabemos que são medidas duras, mas são justamente essas medidas que estão impedindo que a doença avance com mais gravidade em nosso município. Desde o início das nossas operações registramos pouquíssimos casos de desobediência às determinações, mesmo assim, conseguimos conscientizar os condutores e os mesmos entenderam o objetivo”, disse o secretário de Transportes, Amauri de Jesus.

Amauri explicou ainda que os agentes mantém vigilância sobre as demais vias do município, inclusive fazendo operações de rotina no combate ao estacionamento irregular e outras transgressões. “Mesmo com as equipes deslocadas para as entradas de Nilópolis, temos agentes espalhados em outros pontos da cidade. Temos agentes que rodam todo o município a bordo de motocicletas o que nos garante o atendimento rápido nas ocorrências”, concluiu.

Foto: Divulgação

A medida tem duração indeterminada enquanto o município estiver na situação de emergência e o  Decreto Estadual nº 46.970 estiver em vigor.

Apenas um caso

Até o momento apenas uma idosa de 81 anos é a única vítima fatal moradora de Nilópolis. Ela faleceu no último dia 25 de março, quando estava internada no Instituto de Infectologia da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio. O caso não contabilizou para a estatística oficial, divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde de Nilópolis, pois a idosa faleceu em um hospital localizado no município do Rio de Janeiro.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...