Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Nilopolitanos enfrentam longas filas e sofrem para sacar os R$ 600

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

As filas nas agências da Caixa Econômica Federal em Nilópolis voltaram a se repetir, nesta quinta-feira (30), dia de pagamento dos R$ 600 aos beneficiários da poupança digital do banco. O saque do recurso se destina a cerca de 14 milhões de trabalhadores que não tinham conta no banco, mas são várias as reclamações de dificuldade de acesso por parte dos usuários.

A utilização não é tão difícil. O banco solicita que os usuários da poupança social digital informem a opção pelo saque no aplicativo Caixa Tem, e deve atualizá-lo para ter acesso à retirada. Depois, precisa confirmar os dados pessoais, selecionar a opção “Saque sem cartão” e informar o valor desejado.

No final da operação, ao digitar a senha cadastrada para acesso ao Caixa Tem, a pessoa receberá um código que autoriza o saque,  que deve ser informado no terminal de autoatendimento, nos correspondentes Caixa ou nas casas lotéricas. É preciso prestar atenção no tempo de validade desse código, que, segundo a Caixa, tem validade de duas horas.

Mas, como se observou durante toda esta quinta-feira nas três agências da Caixa em Nilópolis, muitas pessoas tiveram que passar bem mais tempo do que isso esperando o saque nas filas. Em alguns casos, a espera chegou a dez horas.

Funcionários fazem o que podem

Se para quem está na fila a situação está ruim, quem trabalha nas agências precisa de muita paciência para tentar solucionar os problemas causados aos que buscam o saque do auxílio emergencial. Em resumo, os trabalhadores enfrentam enorme sobrecarga de trabalho e os clientes filas intermináveis.

Segundo funcionários da Caixa, todas agências estão funcionando com menos servidores. Há alguns afastados por estarem no grupo de risco da Covid-19, alguns com suspeitas de terem contraído o novo coronavírus, dentre outros problemas que estão prejudicando o atendimento.

Some-se a isso o fato de que muitas pessoas que não fazem parte do público alvo do atendimento presencial, ou seja, clientes em busca de serviços essenciais (como saque do seguro desemprego e Bolsa Família sem cartão, desbloqueio de senhas, etc) e o público beneficiário do saque em espécie escalonado por data de nascimento, estejam nas filas.

Governo municipal busca ajudar

O superintendente do Procon Nilópolis, Dr. Luis Fabiano, tem feito visitas constantes às agências da Caixa no município e comprovou os problemas:

“Estamos em contato direto com os gerentes das agências localizadas em Nilópolis e sabemos das dificuldades enfrentadas por eles. Infelizmente há pessoas que mesmo informadas dos procedimentos, preferem continuar nas filas. Também sabemos que há problemas no aplicativo e estamos tentando encontrar uma forma de colaborar com a Caixa para que possamos prestar um atendimento melhor aos nilopolitanos”, disse.

PROCON E ORDEM PÚBLICA
Dr. Luis Fabiano e Gessé Cintra conversam com o gerente da Caixa Econômica. Foto: Divulgação

A Coordenadoria de Ordem Pública e a Vigilância Sanitária do município também buscar encontrar uma solução para tentar acabar com as aglomerações no entorno das agências:

“Estamos juntamente com o Procon e a Vigilância Sanitária para juntos buscarmos uma solução que beneficie a população. Não temos como simplesmente tirar as pessoas da fila, sabemos da crise em que estamos passando e todos estão ali para receber um valor que será de extremamente necessidade para eles. O prefeito Farid Abrão está sensível a isso e estamos estudando uma forma de auxiliar”, explicou o coordenador interino de Ordem Pública, Gessé Cintra.

O governo lembra que o aplicativo pode ser acessado gratuitamente. A Caixa pediu cuidados para quem vai sacar nas agências e nas casas lotéricas. Como a maior parte desse pessoal o fará sem cartão, pois acabou de abrir a poupança digital e ainda não tem o cartão do banco, é preciso estar atento aos golpistas que tiram partido da confusão e da angústia para retirar o auxílio.

Por isso é que a Caixa reforça que não é necessário sacar os R$ 600 em dinheiro vivo, pois todos os beneficiários podem usá-lo por meio dos canais virtuais do banco. Quem recebeu o auxílio pela poupança digital pode pagar contas e fazer transferências pelo Caixa Tem.

Agência aberta no sábado

Para tentar auxiliar os trabalhadores, a agência 0187, localizada na Rua Getúlio Vargas, no Centro, estará aberta, das 8h às 14h, para atendimento exclusivo do auxílio emergencial de R$ 600.

O que fazer para receber

Quem tem direito?
» Quem recebeu o crédito do Auxílio Emergencial na Poupança Social Digital da Caixa.

Como fazer?
» É preciso atualizar o aplicativo Caixa TEM, fazer o login, selecionar a opção “saque sem cartão” e informar o valor a ser retirado.

» O aplicativo vai gerar um código autorizador para saque que vale por duas horas e deve ser informado nos caixas eletrônicos, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Quando sacar?
» Os saques físicos são realizados de acordo com um cronograma definido pela Caixa, de acordo com o mês de aniversário do trabalhador.

“O banco reforça o pedido para que a população só se dirija às agências e casas lotéricas em último caso”, diz a Caixa em nota divulgada nesta tarde.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais