Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Operação realiza fiscalização da venda ilegal de produtos hospitalares em Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ) realizou, nesta quinta-feira (14/05), a Operação Brutus, para fiscalizar irregularidades na venda de produtos hospitalares. Os Auditores Fiscais da Receita Estadual foram até estabelecimentos de contribuintes localizados no Centro do Rio e em Nilópolis. As empresas são suspeitas de comercializar os artigos sem a nota fiscal de entrada. O procedimento é ilegal e impossibilita a apuração do ICMS a pagar na operação de compra do produto pelo revendedor.

As superintendências de Fiscalização e de Inteligência Fiscal têm realizado um trabalho constante de monitoramento das atividades suspeitas envolvendo mercadorias que tiveram um aumento no volume de operações em função da pandemia causada pela Covid-19. Foram identificadas suspeitas de irregularidades envolvendo produtos hospitalares diretamente relacionados ao combate à doença.

A Operação Brutus é a 29ª realizada em 2020 pela Receita Estadual para combater a sonegação e orientar os contribuintes.

Apreensões de bebidas e combustíveis

Entre os dias 1º e 11 deste mês, os Auditores dos Postos Fiscais de Nhangapi, Morro do Coco e Levy Gasparian apreenderam 55.093 caixas de cerveja, 14 mil litros gasolina de e 156.523 litros de etanol em caminhões que circulavam pelas rodovias fluminenses. Foram constatadas irregularidades fiscais nas cargas, o que levou à emissão de autos de infração no valor total de cerca de R$ 2,5 milhões. As ações tiveram o apoio da Polícia Rodoviária Federal, do Batalhão de Polícia Rodoviária da PM e da Operação Barreira Fiscal, da Secretaria de Estado de Governo.

 

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais