Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Guarda Civil Municipal amplia atuação durante a pandemia de Covid-19 em Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Durante o período em que vigoram as ações extraordinárias do poder público visando o combate à pandemia da Covid-19, a Guarda Civil Municipal de Nilópolis (GCM) ampliou as suas atividades. Além de suas atribuições de origem, a corporação passou a desempenhar outros papéis, a partir das deliberações do prefeito Farid Abrão.

A primeira iniciativa foi a redistribuição do efetivo para ações que tenham como cunho o combate à propagação do novo coronavírus, como o reforço da segurança na rede de atendimento em saúde que atendem a pessoas infectadas e em grupos de risco.

De acordo com o subsecretário de Segurança Pública, Major PM Geraldo Fontes, o planejamento foi montado para atender às demandas extraordinárias que o período impõe. “Toda a administração municipal trabalha em caráter de excepcionalidade, buscando ajudar nas mais variadas áreas e não seria diferente com a GCM. Contamos com um efetivo e estrutura qualificados, o que nos garante esse diferencial. Aonde for necessário, estaremos presentes”, assegura.

Conscientização e cumprimento dos decretos

Dentre as novas atribuições dos agentes está o combate às aglomerações de pessoas. Nas ações, os agentes têm conseguido dispersar através do diálogo entre eles e os cidadãos flagrados em via pública ou estabelecimentos abertos durante esse período.

“Nossa missão principal é evitar que o vírus se propague e mais pessoas possam ser contaminadas. Nosso cuidado principal é com o cidadão de bem e por isso buscamos mostrar que somente com a união entre todos nós poderemos vencer essa guerra. O cidadão nilopolitano pode contar sempre conosco”, disse o agente Rodrigo de Carvalho.

Recentemente a Guarda Civil Municipal também foi empregada nos acessos ao calçadão da Avenida Mirandela, no Centro. Os agentes são os responsáveis por garantir que o lockdown parcial seja cumprido. Somente funcionários de atividades essenciais, por exemplo, farmácias, agências bancárias e mercados terão a entrada autorizada, mediante apresentação de documento (crachá).

A GCM atua, ainda, em apoio às secretarias e órgãos responsáveis pela fiscalização do comércio e na organização das filas nas agências bancárias.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...