Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Estudo aponta que Nilópolis é uma das mais vulneráveis ao coronavírus no país

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Um estudo da Fundação Perseu Abramo acende um sinal de alerta em Nilópolis. Segundo a pesquisa, o município aparece em quarto na lista das dez cidades brasileiras mais vulneráveis ao alastramento do coronavírus.

O géografo e cientista de dados Ronnie Aldrin Silva, que liderou o estudo, indica dois fatores que explicam esse protagonismo da região:

“Essas quatro cidades têm uma alta densidade demográfica, o que facilita muito a disseminação. Outro aspecto típico é o alto índice de informalidade no mercado de trabalho. Por mais que sejam implantadas medidas de isolamento social, esses profissionais precisam sair para trabalhar, como forma de sobrevivência”, frisa Ronnie.

O Índice de Vulnerabilidade Municipal ao Alastramento do Coronavírus (IVC), criado pelo géografo, procura identificar o quão vulnerável cada município brasileiro está a um maior alastramento da Covid-19. Foram considerados cinco aspectos: densidade demográfica, faixa etária, infraestrutura sanitária, saúde e mercado de trabalho. Os cálculos usam a mesma metodologia do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), da ONU: quanto mais próximo de zero, pior o resultado.

Nilópolis figura em quarto lugar, com IVC de 0,483, é uma das cidades brasileiras com a faixa etária mais elevada:

“A idade média da população de Nilópolis é maior que a de boa parte dos municípios brasileiros. Sendo assim, as pessoas são mais frágeis e propensas a se contaminarem mais gravemente. O ideal para essa cidade seriam políticas públicas que impedissem os idosos de irem às ruas, como, por exemplo, um programa simples de entrega de alimentos ou de remédios para que fiquem em casa”, explicou.

Prefeitura garante atendimento

A Prefeitura de Nilópolis apontou, em nota, ações de higienização das ruas, fiscalização do comércio, uso obrigatório da máscara, interdição do Calçadão da Mirandela, suspensão das aulas, alertas nas redes sociais e fechamento do Parque Municipal do Gericinó e da Vila Olímpica por tempo indeterminado. Ainda segundo a prefeitura, o sistema de saúde atende “com facilidade a toda demanda”, com 27 leitos vagos e a possibilidade de ampliar o Centro de Triagem Covid-19.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...