Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Folha de pagamento da Prefeitura de Nilópolis continua com o Banco Santander

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

O santander.com.br/" 119165 target="_blank">Banco Santander venceu a concorrência e continua a administrar a folha de pagamento dos servidores da prefeitura de Nilópolis. O banco ganhou o pregão presencial Nº 13/2020, após oferecer R$ 8,250 milhões à administração municipal para administrar as contas. O contrato é válido por cinco anos.

O valor a ser pago pelo Santander será repassado para a prefeitura em parcela única, em até dez dias uteis da assinatura do contrato. Os pagamentos de taxas, tributos, fornecedores e a movimentação financeira da prefeitura não farão parte deste contrato com o Santander.

Dez anos administrando as contas

O Santander é o principal grupo financeiro da Espanha e da América Latina. Iniciou um processo agressivo de ampliação de mercado no país com a compra do Banespa, em 2000. Em 2010 assumiu as operações do extinto Banco ABN Amro Real S.A., que na época administrava a folha de pagamento da Prefeitura de Nilópolis. Desde então o santander.com.br/" 119165 target="_blank">Banco Santander Brasil se mantém responsável pelas contas dos servidores.

Em 2015 o santander.com.br/" 119165 target="_blank">Banco Santander Brasil fez a melhor oferta para continuar administrando a folha de pagamento da Prefeitura de Nilópolis. Na época, a instituição pagou R$ 4,7 milhões pelo direito de administrar as contas usadas pelos servidores para o recebimento de seus salários.

Atendimento criticado

A renovação do contrato com o banco espanhol desagradou quem já precisou se utilizar dos serviços. Por contrato, o Santander Brasil mantém um Posto de Atendimento Bancário (PAB), localizado dentro da sede da Prefeitura de Nilópolis, exclusivo para atendimento de funcionários e servidores, além de pagamento de tributos e taxas municipais. E as queixas contra a qualidade do atendimento não são poucas.

O PAB deveria disponibilizar pelo menos dois funcionários para atender ao público, porém na maioria das vezes há somente um e este se divide entre ser operador de caixa e ajudar quando acontece algum problema nos dois caixas eletrônicos. Isso quando os equipamentos estão funcionando normalmente. Os outros funcionários que trabalham no PAB são o segurança e o gerente de conta. Como não há funcionários suficientes, o atendimento ao público é prejudicado na hora do almoço, atrapalhando quem precisa se utilizar desse horário para fazer suas atividades bancárias.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais