Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Agentes de trânsito: trabalho árduo para tentar manter a ordem nas ruas de Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

No ano de 1998 entrou em vigor no país o Código de Trânsito Brasileiro. Após longas e exaustivas polêmicas, o CTB ganhou corpo e força nas ruas brasileiras, incrementando mudanças comportamentais que eram urgentes na população brasileira. A postura cidadã do motorista que caracteriza as vias de países desenvolvidos aqui não era, e não é hoje, uma realidade, uma vez que a violência do trânsito ainda é uma das maiores causas de mortes na população economicamente ativa do Brasil.

Apesar de só ter cerca de 9km2 , Nilópolis tem um crescimento anual equivalente ao de grandes cidades e assiste nos últimos anos a um desenvolvimento avassalador. Suas ruas estreitas já não conseguem comportar uma frota que se multiplica a olhos vistos.

Como equacionar o eterno conflito pedestre-motorista? Como resguardar a segurança de todos e manter a fluidez do trânsito? Responder a estas perguntas e, principalmente, conseguir um equilíbrio perfeito nesta cidade que se caracteriza pelo contraste entre o velho e o novo, entre o moderno e o arcaico é o papel da Secretaria Municipal de Transporte  e, especialmente, do Grupamento Especial de Trânsito (GET) com seu corpo técnico sob o coordenação de Nilton Marques.

Ao assumir as suas funções nas ruas, os agentes de trânsito municipais tornam-se os responsáveis por cuidar dia e noite da vida, da segurança e da fluidez em nosso trânsito.

Os agentes municipais com um treinamento adequado à realidade regional e não menos consoante com a moderna teoria e legislação de trânsito são verdadeiros sentinelas de nossas ruas, que sob chuva e sol trabalham arduamente sejam garantindo o fluxo de veículos, garantindo a travessia de pedestres ou fazendo valer as leis do CTB. Nesse momento é preciso a colaboração de todos — motoristas, pedestres, mídia, empresários — para que os agentes possam cumprir sua função.

Mas infelizmente entre a população ordeira e os agentes do GET há aqueles motoristas infratores que ainda não se conscientizaram que estão lidando com vidas. E justamente esses infratores que tornam o trabalho dos agentes mais árduo. Para o coordenador do GET, Nilton Marques, apesar disso, o maior orgulho do grupamento é estar nas ruas colaborando com a população de bem:

“Graças a Deus a maioria da nossa população é feita de gente ordeira e nossos agentes recebem diariamente elogios de condutores conscientes e, principalmente, dos pedestres que são os mais atingidos pela imprudência de muitos motoristas. Acreditamos na responsabilidade, capacidade técnica e a postura ética dos nossos Agentes de Trânsito e, acima de tudo, contamos com o apoio da população nilopolitana que, assim como nós, quer ver esta cidade cada vez mais um lugar melhor para se viver”, concluiu.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais