Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Linhas para Barra da Tijuca, Central e Shopping Grande Rio deixarão de ser operadas pela Nilopolitana

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Os usuários das linhas 420T (Barra da Tijuca x Nilópolis), 516I (Km 2,5 x Nilópolis) e 129B (Nilópolis x Central do Brasil) deixarão de ser atendidos pela Cavalcanti e Cia. – Nilopolitana. As linhas passarão a ser exploradas pela empresa iguaçuana Linave.

Ainda não há uma data de quando a mudança ocorrerá, porém durante toda esta sexta-feira (04), motoristas da Linave fizeram treinamento nas linhas citadas, inclusive observando as paradas dentro dos terminais rodoviários de Nilópolis e Américo Fontenelle, no Rio.

LINAVE NA 420T
Motoristas fizeram treinamento nas linhas em Nilópolis. Foto: Leandro Cabral

Fontes consultadas por nossa redação, disseram que a negociação é parte do processo de reestruturação da empresa Nilopolitana, que foi fortemente afetada pela crise que vem atingindo o setor.

Linhas vieram após intervenções

As três linhas que a Nilopolitana deve repassar para a Linave começaram a ser operadas após duas intervenções realizadas pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro).

Em 2013, a Turismo Trans1000 foi impedida de operar as linhas que ligavam o município ao Centro do Rio de Janeiro e outras regiões. No ano seguinte, outra intervenção decretou o fim das atividades da empresa, que ainda mantinha uma linha em operação em Nilópolis. Para o lugar da Trans1000 foram convocadas as empresas Transportes Blanco, Master Transportes Coletivos de Passageiros, Auto Viação Vera Cruz e Viação Nossa Senhora da Penha, além da Nilopolitana que ficou com as linhas 129B e 516I.

Já a linha 420T começou a ser operada pela Nilopolitana em 2017 após a intervenção do Detro  nas linhas da Expresso Cruzeiro do Sul. Uma decisão judicial chegou a suspender a medida e a Cruzeiro do Sul voltou a operar a linha. A liminar perdeu a validade e meses depois a Nilopolitana – Cavalcanti e Cia. seguiu operando a linha.

NILOPOLITANA
Foto: Reprodução da Internet / André Rodrigues

Nos últimos meses com a crise que atinge o setor, a Nilopolitana começou a enxugar a frota, com isso uma avalanche de reclamações dos usuários começou a surgir. Horários que não são cumpridos, enguiços cada vez mais comuns e até mesmo a suspensão da linha 516I são os motivos mais frequentes.

Com o repasse das três linhas, estima-se que a Nilopolitana volte a oferecer um serviço melhor nas linhas que restaram e para os usuários a entrada da Linave pode significar o fim das reclamações.

Invasão iguaçuana em Nilópolis

Com a entrada da Linave, esta será a segunda empresa com sede em Nova Iguaçu a assumir linhas partindo de Nilópolis. A primeira foi a Viação São José, que assumiu a linha 124B (Nilópolis x Candelária) em 2018, após a Transportes Blanco ter sido substituída pelo Detro.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais