Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Pertences de atriz pornô teriam sido vendidos no Centro de Nilópolis após assassinato

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Horas depois de agredir, apedrejar e esfaquear no pescoço a atriz pornô Luane Honorio de Souza, de 28 anos — conhecida como Aline Rios — em 23 de maio, Vitória Roberta Alves da Silva, de 18, vendeu pertences da vítima. Vitória foi vista no Centro de Nilópolis oferecendo um secador de cabelo, uma chapinha e um aparelho de micro-ondas da atriz pornô. Ela foi indiciada por homicídio provocado por arma branca e sua prisão será pedida ao Poder Judiciário na próxima semana.

De acordo com o delegado José de Moraes Ferreira, titular da 57ª DP (Nilópolis), o crime aconteceu durante a madrugada. Mesmo ferida, Luane conseguiu ir caminhando até a rua e pedir socorro. Ela foi levada a pé por um homem até a UPA de Mesquita. De lá, foi transferida para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. Na unidade, onde ficou 98 dias, passou por uma cirurgia para reconstrução da traqueia, sofreu paradas cardíacas e foi para o CTI. Ela tinha ferimentos profundos também na cabeça e no rosto. Na semana passada, Luane morreu.

VITÓRIA
Vitória alegou legítima defesa. Foto: Divulgação

Depoimentos prestados na delegacia mostram que a discussão entre as duas pode ter começado por questões financeiras. Tia da atriz, a empresária Marcele Tolentino, de 39 anos, acredita que as agressões tenham sido motivadas pelo fato de Vitória acreditar que Luane teria R$ 500 guardados em casa. A jovem tem uma anotação criminal por roubo na adolescência.

Luane e Vitória se conheceram em Nilópolis há alguns anos. Segundo parentes, preocupada com a situação financeira de Vitória, Luane a convidou para morar com ela. Na ocasião do crime, as duas dividiam o imóvel havia cinco dias. Uma vizinha contou em depoimento que Vitória tem comportamento violento e já tinha agredido Luane outras vezes.

No local, foram encontradas três facas quebradas que teriam sido usadas no crime e estão sendo periciadas. Aos policiais, Vitória assumiu o crime, mas disse ter agido para se defender.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais