Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Secretaria de Educação e Degase lançam o Projeto Jovens que Sonham

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS

Secretaria de Educação e Degase lançam o Projeto Jovens que Sonham

3 de dezembro de 2020

 

Qualificação profissional para os jovens que cumprem medidas socioeducativas em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Este é o objetivo do Projeto Jovens que Sonham, lançado nesta quinta-feira (3/12) pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Estado do Rio de Janeiro (Degase) e Instituto Cooperar. A iniciativa vai capacitar aproximadamente 400 jovens e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em técnicas de aquicultura (cultivo e reprodução de organismos aquáticos), pesca e processamento de pescado.

 

A solenidade aconteceu no Centro de Socioeducação Professora Marlene Henrique Alves (Cense – Campos dos Goytacazes). As aulas serão às terças e quintas-feiras em dois turnos (manhã e tarde), e ação vai qualificar jovens sem prejuízo das aulas e de suas outras atividades laborais.

 

O Cense Campos foi selecionado para o projeto por trabalhar com o conceito de “unidade vocacionada”, já que vivencia o agronegócio. Na área livre da unidade, serão instalados até 15 tanques para o cultivo de peixes e rãs, onde os jovens vão estudar em módulos de seis meses. Cada tanque possui 85 mil litros de água com reprodução de uma tonelada de peixes a cada seis meses.

 

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, a profissionalização oferece um novo caminho para o jovem interno.

 

– O adolescente que cumpre medida socioeducativa precisa de ferramentas concretas para que consiga sair da situação de extrema vulnerabilidade social, na qual muitas vezes está inserido, e possa quebrar o ciclo da violência fora dos muros da unidade.  É dever do Estado oferecer esse novo caminho – afirma.

 

Para o diretor-geral do Degase, Márcio Rocha, a ideia do projeto é diminuir o índice de reincidência. Segundo ele, com o aumento das possibilidades de qualificação, o jovem tem novas oportunidades, diminuindo a escolha por atos infracionais.

 

– Parcerias como essa são fundamentais para a construção de um novo futuro para esses jovens. A nossa meta é reduzir a reincidência, abrindo as diversas oportunidades de qualificação, capacitação, atividades laborais e educação – ressalta Márcio Rocha.

 

O termo de cooperação técnica, que implanta o Projeto Jovens que Sonham, foi assinado em setembro e terá a duração de dois anos. Presidente do Instituto Cooperar, o professor Helvio Costa afirma que é imprescindível oferecer meios para que os jovens consigam sonhar com um futuro melhor dentro do sistema.

 

– É muito importante essa parceria entre o Instituto Cooperar e o Degase. Temos como objetivo principal devolver a esses jovens a capacidade de sonhar, para que eles possam ser reinseridos no convívio social e familiar com ótimas perspectivas – concluiu Helvio Costa.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais