Bem-vindo ao Nilópolis Online   Click to listen highlighted text! Bem-vindo ao Nilópolis Online
Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Quatro postos vacinam idosos com 95 anos ou mais em Nilópolis

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Nilópolis começou hoje (08) a vacinar os idosos a partir dos 95 anos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e continua a imunizar quem já recebeu a primeira dose, principalmente os profissionais da rede pública de saúde. Quem já tinha sido vacinado, deve voltar ao posto onde recebeu a primeira dose.

O calendário de vacinação em Nilópolis está organizado assim:  8 a 12 de fevereiro – idosos a partir dos 95 anos, 15 a 19 de fevereiro – pessoas na faixa etária de 90 a 94 anos, 22 a 26 de fevereiro – idosos de 85 a 89 anos e 1 a 5 de março – pessoas de 80 a 84 anos.  Os idosos podem procurar os postos Central, Frigorífico, Paiol e Cabral.

Vacinados com primeira e segunda doses

Humberto Amaral, 98 anos, morador de Olinda, chegou ao Posto Central acompanhado do neto Elieser Elias, 20 anos. Ele recebeu a primeira dose da vacina sentado dentro do carro. “A medicina está olhando pelos velhos. Estou feliz porque tomei a vacina”, afirmou Humberto, com oito filhos e 20 netos.

Elza Clara Cardoso, 96 anos, chegou ao Posto Central acompanhada do filho Nilson Cardoso, dentista e oficial do Exército.

“Fiquei muito feliz porque vou tomar minha vacina. Esse é um dia abençoado, aguardei muito esse dia tão especial”, contou a senhora.

E a primeira pessoa imunizada no município, o ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, João Amaro dos Santos, retornou para tomar a segunda dose.

“Estou vencendo a Terceira Guerra Mundial”, comemorou o tenente da Marinha do Brasil João Amaro, que chegou usando um terno com as medalhas recebidas como homenagem por sua dedicação ao serviço militar. Alagoano de Maceió, ele veio para o Rio aos 16 anos, onde se alistou na Marinha. “Durante a Segunda Guerra, nós levamos armamentos e soldados até o Estreito de Gibraltar, e foi ali perto que bombardeamos um submarino”, contou ele.

 

No Posto do Frigorífico, Angelita Rocha, 76 anos, festejou depois que recebeu a segunda dose da vacina CoronaVac:

“Não senti nada quando tomei a primeira dose. Só de poder ficar livre dessa doença, já fico aliviada. Sei que preciso continuar a ter cuidado: usar máscara e andar com álcool em gel, além de manter o distanciamento social”, listou a moradora do bairro de Nova Cidade, que estava com a filha Tami Moraes.

De acordo com a diretora do posto, Rita de Cássia, na semana anterior, servidores do programa Estratégia de Saúde da Família vacinaram 17 idosos acamados em suas residências. Ela aguardava 207 pessoas para receberem a segunda dose e seis idosos com mais de 95 anos tinham comparecido e tomado a primeira dose da vacina durante a manhã.

No Posto do Paiol, até o final da manhã, 15 idosos acima de 95 anos tinham tomado a primeira dose e os funcionários aguardavam 283 pessoas para serem vacinadas com a segunda dose.  Lídia Alexandre dos Santos, 75 anos, se sentiu mais tranquila.

“Depois de tantas dificuldades, agora estamos vacinados”, afirmou ela, ao lado do marido, de 77 anos, também imunizado com a segunda dose. “Nilópolis está de parabéns, há muitos lugares onde vacinam quem não precisa”, agradeceu dona Lídia.

A enfermeira Albanize Ferreira, 61 anos, à frente da equipe de vacinação do Posto do Cabral, é de grupo de risco e, mesmo assim, não parou de trabalhar.

“Estou aqui há 27 anos e não iria deixar de trabalhar’’, garantiu ela, também intensivista no Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse. “ Já atendemos 119 pessoas hoje e ministramos a segunda dose. E dei a primeira dose a uma senhora de 100 anos dentro do carro”, salientou.

Pouco depois, ela atendeu duas irmãs que aguardavam dentro de um veículo. Maria de Assunção Felix, 94 anos, estava com a irmã Terezinha Felix, 91. O empresário Toninho Félix, genro de Maria Félix e a esposa levaram as duas para se vacinarem. Felizes, elas fizeram sinal de positivo assim que as foram vacinadas.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação / PMN
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto:
Click to listen highlighted text!