Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Estado quer incentivar instalação de empresas que usam gás em Itaboraí

PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS

Estado quer incentivar instalação de empresas que usam gás em Itaboraí

14 de fevereiro de 2021

 O Governo do Estado está trabalhando para criar um polo de empresas que usam o gás como matéria-prima em Itaboraí e no entorno da cidade da Região Metropolitana. A ideia é que os empreendimentos fiquem próximos ao gasoduto Rota 3, em fase final de construção e que liga a Bacia de Santos a uma Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN), também em construção, no Polo Gaslub Itaboraí, o antigo Comperj. O anúncio foi feito durante o evento Maricá Energy 2021, realizado virtualmente no último dia 5.

Segundo o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Leonardo Soares, a criação deste hub será fundamental para ampliar o potencial de monetização do gás natural e atrair investimentos para o estado do Rio de Janeiro.

– O Gaslub possui alta sinergia com empresas de serviços e indústrias, principalmente ligadas ao ramo químico e petroquímico. Queremos gerar mais relevância para o empreendimento com a chegada de mais empresas para a região – explica Leonardo Soares.

O subsecretário estadual de Óleo, Gás e Energia, Daniel Lamassa, destacou que o gasoduto Rota 3 tem como objetivo ampliar o escoamento de gás natural dos projetos em operação na área do pré-sal da Bacia de Santos.

– Este gás será uma realidade a curto prazo. Portanto, temos que criar um setor de serviços na região para usufruir desta energia. A Rota 3 está sendo construída pela Petrobras para interligar a produção da Bacia de Santos com a UPGN de Itaboraí. A capacidade de escoamento será de até 21 milhões de m³ por dia. Já a UPGN terá capacidade de processamento e beneficiamento do gás natural com capacidade máxima para tratar 14 milhões de m³ por dia, com previsão de operacionalização ainda em 2021 e com empresa operadora já definida: a Forship Engenharia, empresa carioca de engenharia – explicou Lamassa.

Representantes da Prefeitura de Maricá e do Sebrae, entre outros convidados, também participaram da live promovida pela Rede Petro Rio, que teve como objetivo incentivar a aproximação e a geração de negócios entre as pequenas e grandes empresas do setor de Petróleo, Gás e Energias Renováveis no estado do Rio de Janeiro.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: