Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Nilópolis fornece cestas básicas para alunos da rede municipal de ensino

Pais ou responsáveis têm até esta sexta-feira para procurar as unidades escolares

Tia e mãe de criação de três meninas, a aposentada Maria Luíza Santos, 68 anos, foi nesta quinta-feira (25/2) à tarde até a Escola Municipal Poeta Carlos Drummond de Andrade, no bairro Nossa Senhora de Fátima, para buscar a cesta básica fornecida pela Secretaria de Educação aos alunos da rede municipal de ensino.

A Prefeitura de Nilópolis, desde o início da pandemia da Covid-19, optou pela entrega dos alimentos, ao invés de fornecer um cartão alimentação para retirada dos itens em supermercados.

“É muito mais prático”, afirmou a senhora que conta com o marido para ajudar nas contas de casa e cuida da mãe com Alzheimer. Ela teve a ajuda da diretora da unidade escolar, a professora Edmê Medeiros, para abrir o saco e colocar os produtos em um carrinho. Edmê Medeiros também acompanhava os funcionários que recebiam os responsáveis pelos estudantes na entrada do colégio oferecendo álcool em gel e aferindo a temperatura.

A diretora contou que recebeu da Secretaria Municipal de Educação 639 cestas básicas e, para receber o benefício, o responsável precisava apresentar a carteira de identidade. “ Foi mais tranquilo pela manhã, atendemos os pais de estudantes de 1º a 5º anos. Agora à tarde estamos recebendo os responsáveis dos alunos de 6 a 9º anos. Temos cerca de 500 alunos. Quem tem quatro filhos estudando aqui leva duas cestas básicas, quem tem menos, leva uma”, explicou.

O entregador Ezequiel Azevedo, 27 anos, representou a irmã, grávida, e pegou a cesta básica para as duas sobrinhas, de 10 e 12 anos. “ O meu cunhado está trabalhando e a mãe me pediu para vir buscar. Sem dúvida, receber uma cesta básica é muito melhor do que ter que ir ao mercado ou ao supermercado com um cartão”, concluiu ele, também morador do local.

Os pais ou responsáveis devem ficar atentos às redes sociais da Prefeitura de Nilópolis e acompanhar as mensagens nos grupos de WhatsApp da escola para saber os horários de entrega, que são divididos de acordo com as séries. O prefeito Abraãozinho salientou que essa ação mostra a preocupação com a saúde e alimentação dos estudantes nesse período de pandemia, quando as refeições ainda não são permitidas nas unidades escolares.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação / PMN
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: