Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Portal Japonês será um atrativo à parte da Casa da Luta de Nilópolis

Quem passa pela Rua Doutor Rufino Gonçalves Ferreira, no bairro Frigorífico, em frente à Vila Olímpica de Nilópolis, já começa a notar que algo já está bem diferente no local. Além da construção da Casa da Luta Nilopolitana, outro equipamento começa a tomar forma: o Portal Japonês.

Chamado de Tori, o portão tradicional japonês carrega uma série de significados para a cultura oriental. Ligado à tradição xintoísta, assinala a entrada ou proximidade de um santuário, sendo construído com dois pilares verticais, unidos no topo por uma trave horizontal (kasagi) mais larga que a distância entre os postes e na cor vermelha.

“Na tradição oriental, o Tori é um símbolo que, mais do que um monumento arquitetônico, representa a abertura para um estado divino. Simboliza a passagem do mundano para o sagrado. Por isso, é um portal que fica sempre à entrada dos templos sagrados do Xintoísmo, a religião tradicional japonesa. Em japonês significa “morada dos pássaros”, afinal é nesse portal japonês que as aves se acomodam servindo de poleiros”, explicou o sensei Gessé Cintra, faixa-preta em Karatê e que dirige a Casa da Luta Nilopolitana.

Além do Tori, a Casa da Luta terá ainda um jardim japonês, típico dos dojôs japoneses, locais de treinamento de artes marciais.

Dotada de um octógono, tatames, sacos de pancada, dentre outros equipamentos essenciais para a prática das lutas, a Casa da Luta Nilopolitana fica no bairro Frigorífico, ao lado do Centro Municipal de Eventos e em frente à Vila Olímpica de Nilópolis.

Também presidente da Yudanshas International Federation Brasil, uma federação apenas de faixas-pretas, o sensei Cintra vai reunir também os mestres no local, onde poderão treinar e aprimorar sua técnica.

As obras da Casa da Luta Nilopolitana foram iniciadas em 2016, ainda na gestão do ex-prefeito Alessandro Calazans, que paralisou os serviços. As obras foram concluídas pelo sucessor Farid Abrão. Além dos equipamentos, a Casa da Luta Nilopolitana conta ainda com dois banheiros (masculino e feminino), vestiários e uma sala para atendimento médico.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: