Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Projeto Por Mais Amor distribui cestas básicas em Nilópolis e outros locais

O Brasil tem vivido nas últimas semanas a fase mais grave da pandemia. O sistema de saúde está sobrecarregado com a ocupação de leitos de UTI passando de 80% em diversos estados e o número de mortos e de novos infectados pela doença bate recordes negativos a cada dia que passa.

Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, divulgada em setembro do ano passado, 10,3 milhões de brasileiros passam fome — um aumento de 3 milhões nos últimos 5 anos. O número de pessoas em situação de extrema pobreza dobrou no Brasil em 2020, atingindo 12,8% da população de acordo com dados da Faculdade Getúlio Vargas (FGV).  Por tudo isso, a união coletiva segue com urgência redobrada.

Diante deste cenário devastador, as iniciativas populares em prol daqueles que mais precisam, busca amenizar a dor de quem não consegue enxergar um futuro melhor. Junior Lima é um desses “anjos” que, ao perceber que por conta da pandemia muitos segmentos de sambistas (mestres salas, intérpretes, passistas, diretores), e outras pessoas estão desempregadas, passando necessidade, teve a ideia de criar o Projeto Por Mais Amor.

E nos últimos dias, graças a solidariedade de anônimos e famosos, Junnior Lima começou a fazer a entrega das cestas básicas aos que mais precisam neste momento. Ao todo foram montadas 180 unidades.

“Tivemos o apoio de duas bailarinas internacionais Sashya Jay e Nubia Queli onde cooperaram com uma vaquinha online, tivemos apoio também do comentarista Milton Cunha, a Rainha Quitéria Chagas, atriz Eli Ferreira, as digitais influênciers Ingrid Freitas e Chay Félix, entre centenas de amigos e pessoas que fizeram essa corrente do bem. O projeto irá continuar arrecadando alimentos, e novas campanhas estarão por vir”, conta o sambista.

Receberam as cestas famílias moradoras de bairros localizados em Nilópolis, Nova Iguaçu, São João de Meriti e Belford Roxo, centros espíritas, moradores das comunidades do Cajueiro, Serrinha e São José, em Madureira, Zona Norte do Rio, e aos sambistas das escolas G.R.E.S Império Serrano, G.R.E.S União Cruz Maltina, G.R.E.S Coroa Imperial, G.R.E.S Império de Nova Iguaçu, G.R.E.S Guardiões da Capadócia e G.R.E.S Acadêmicos da Pedra Branca.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: