Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Prefeitura de Nilópolis vai cercar o Parque Municipal do Gericinó

A Prefeitura de Nilópolis divulgou na última sexta-feira (23), no Diário Oficial do Município, o Contrato Nº 13/21, firmado com a empresa LM2 Engenharia Eirelli, para a instalação de cerca protetora no Parque Municipal Natural do Gericinó.

A medida é em atendimento ao que rege o contrato de cessão celebrado entre o Ministério da Defesa e a Prefeitura de Nilópolis, que garante o uso da área de 1km² onde fica o parque. De acordo com o projeto, a cerca irá impedir que frequentadores do parque continuem a acessar indevidamente a área do Campo de Instrução do Gericinó (CIG), voltada para o uso de treinamento militar que, em alguns casos, envolve o uso de armas, artilharia e outros artefatos bélicos.

De acordo com o Extrato de Instrumento Contratual, a empresa LM2 Engenharia Eirelli, que tem sede no bairro Jardim Alvorada, em Nova Iguaçu, receberá R$ 442.741, 44 para em no prazo máximo de 60 dias construir o cercado.

Invasões provocaram mortes

Sem nenhum tipo de cerca ou muro, apesar de proibida, a entrada na área militar passou a ser comum após a cessão feita ao município em 2009. Só nos últimos três anos, dois adolescentes morreram após entrar na área de risco.

Em 2019, Nathan Leandro da Silva Lopes de 15 anos estava andando na área militar quando, juntamente com amigos, encontrou um objeto no chão. Esse artefato se tratava de uma granada de fragmento. Sem nenhum tipo de medo, Nathan pegou a granada que, em seguida, explodiu em suas mãos, matando-o na hora. A explosão da granada decepou uma de suas mãos e abriu um “buraco” em sua barriga.

O caso mais recente vitimou Kayke Leonardo, de 11 anos. Em 18 de abril deste ano, Kayke resolveu entrar na área proibida para nadar nas águas do Rio Sarapuí. Como fazem muitos outros garotos, ele resolveu usar a estrutura da Barragem do Sarapui como trampolim. Ele acabou batendo com a cabeça em um paredão de concreto antes de cair na água e se afogou. O corpo foi encontrado no dia seguinte.

Promessa antiga

A construção de uma cerca é uma promessa antiga. Em outubro de 2018, durante reunião entre o então prefeito Farid Abrão e o comando do Campo de Instrução do Gericinó (CIG), ficou acertado que o Município iria viabilizar a construção de um gradil em toda a área do Parque Municipal do Gericinó, inclusive nos limites com os municípios de Mesquita e Rio de Janeiro, de forma a evitar o acesso indevido à área militar.

“Recebemos uma prefeitura com problemas financeiros e estamos tendo que lidar com pagamentos de dívidas herdadas pela gestão anterior, mas vamos cumprir o papel de proteger os frequentadores e de forma emergencial iremos colocar agentes das guardas Ambiental e Municipal para monitorar o local e fazer com que a área militar seja preservada, até conseguirmos construir a barreira física”, concluiu o prefeito Farid Abrão.

Apesar da promessa feita pelo ex-prefeito, o monitoramento com agentes das guardas Civil e Ambiental durou pouco tempo e a população voltou a invadir o território proibido.

Neste mesmo encontro, o então comandante do CIG, Cel. Barroso Ramos, explicou qual era o limite entre a área militar e o parque:

“Cabe lembrar que a estrada da barragem é uma área militar e precisa estar livre para o deslocamento das tropas e o local também serve como limite entre a área militar e o Parque Municipal Natural do Gericinó, por isso precisamos que esta área esteja permanentemente livre da presença de civis”, explicou o Cel. Barroso Ramos.

Até que seja implantada a cerca, os frequentadores do Parque Natural do Gericinó não devem ultrapassar o limite da área permitida pois é restrita para a população, já que o território contém incalculáveis artefatos bélicos e pode colocar vida de civis em risco.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: