Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Cavalos doentes são deixados para morrer às margens da Via Light

O trecho da RJ-081, oficialmente denominada Rodovia Carlinhos da Tinguá e popularmente conhecida como Via Light, que corta o município de Nilópolis virou ponto de desova de animais. Segundo relatos de moradores, cavalos doentes e que não conseguem mais puxar carroças são deixados para morrer às margens da estrada.

“Aqui, os carroceiros deixam os cavalos e as éguas que já estão à beira da morte. Os bichinhos nem conseguem se mover, mas mesmo assim alguns ainda tentam um último esforço para sobreviver e ao atravessarem as pistas acabam sendo atropelados. Com isso, vivemos à mercê do risco de acidentes e do forte cheiro de putrefação, além dos lixos que são jogados pela área”, denuncia uma moradora do local, sob condição de anonimato.

A informação foi confirmada por outros moradores, que culpam tanto a Fundação Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Rio de Janeiro – DER, que é a responsável pela operação da Via Light, quanto a concessionária de energia elétrica, Light, que responde pelos terrenos que estão sob as torres de sua propriedade.

“É um local com uma série de irregularidades e esquecido pelo Estado, sem qualquer tipo de fiscalização”, resumiu um outro morador.

Em uma das margens, no trecho localizado no bairro Cabuís, uma carcaça de cavalo apodrecia em meio ao trânsito. Segundo populares, o animal foi mais uma vítima da crueldade de seu antigo dono:

“Deixaram o bichinho ai doente e foram embora. Dá uma tristeza e uma sensação horrível ver o sofrimento e não ter como ajudar. Se eu tivesse pelo menos um pouquinho de mais dinheiro tentaria ajudar”, lamentou emocionada uma moradora que também não quis se identificar.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: