Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Prefeitura de Nilópolis abre Processo Licitatório para reabertura da UPA do Cabuís

Passados cinco anos da sua transferência, a Unidade de Pronto Atendimento 24h de Nilópolis deve estar retornando para o bairro Cabuís até o final deste ano.

Como já havia adiantado o presidente da Câmara Municipal de Nilópolis, vereador Rafael Pereira Nobre (PTB),  durante a Sessão Ordinária realizada em 13 de abril deste ano, a Prefeitura de Nilópolis começou a realizar os trâmites necessários para que seja feita a mudança da UPA 24h, que desde 2016 funciona no primeiro pavimento do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, para o imóvel onde originalmente funcionava, localizado na Rua Antônio Pereira de Carvalho, 1337.

RAFAEL NOBRE
Presidente da Câmara, vereador Rafael Nobre (PTB). Foto: Divulgação

 

Na última sexta-feira (03) foi publicado no Diário Oficial do Município, o Aviso de Licitação com a Tomada de Preços Nº 01/2021/FMSN que vai escolher a empresa que ficará responsável pela execução das obras de readequação com reforço estrutural e melhoria na infraestrutura no imóvel. A abertura dos envelopes com as propostas será feita no próximo dia 23 de setembro, às 10hs, na sede da Prefeitura. Só após a escolha será possível determinar em quanto tempo a UPA será finalmente reaberta no Cabuís.

Seis anos e seis meses depois da demolição do antigo prédio do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, o sonho da população em ver um novo hospital atendendo pode finalmente estar virando realidade, já que a transferência da UPA montada no térreo do HMJK é uma exigência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro para liberar as obras de conclusão do hospital.

Novela que se arrasta

DEMOLIÇÃO HMJK
Operários iniciando a demolição do antigo Hospital JK. Foto: Reprodução da Internet

 

A novela da construção do novo Hospital Municipal Juscelino Kubitschek  começou em 2013, quando o então prefeito Alessandro Calazans, alegando condições precárias em que se encontrava o imóvel e sob uma proposta de construir no local um hospital moderno e bem maior, determinou a demolição do antigo prédio de três andares. Apesar da polêmica, a demolição começou no dia 15 de maio de 2014.

Em 2016,  o prefeito Calazans resolver vir a público e informa que o Governo Estadual teria atrasado os repasses para a construção, mesmo assim em nenhum momento as obras de construção do novo hospital foram paralisadas, mas seguiram em ritmo lento. Em agosto daquele ano, Calazans “inaugura” apenas o andar térreo do prédio, onde implanta a UPA 24h, que até então funcionava no bairro Cabuís.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: