Notícias de Nilópolis todo dia

Publicidade

Xuxa terá que vir a Nilópolis participar de audiência contra o vereador Anderson Campos

Em mais um round da briga judicial entre a apresentadora de TV Xuxa Meneghel e o vereador Anderson Campos (Republicanos), o juizado da 1ª Vara Criminal da Comarca de Nilópolis, negou dois pedidos feito pelos advogados da apresentadora.

No primeiro deles, os doutores Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso pediram para que não houvesse audiência de conciliação, o que foi negado:

“Indispensável a presença da querelante e do querelado na audiência, haja vista que o aludido dispositivo determina, inclusive, que o juiz ouvirá as partes”, despachou o juiz.

Além disso também foi negado o pedido para que a audiência fosse realizada de forma virtual, já que a apresentadora não é pessoa idosa e nem apresentou comprovação de impedimento por ter comorbidade:

“No presente caso não existe qualquer justa causa para que o ato seja realizado de forma remota. Frise-se que atualmente as audiências deste juízo estão sendo realizadas presencialmente para todos os participantes. Soma-se a isso o fato de que não foi indicada qualquer comorbidade por parte da querelante ou juntado atestado médico que indicasse o seu não comparecimento à audiência designada. Neste ponto destaco que a situação atual da pandemia é muito diversa daquela de meses atrás, tendo maior parte da população já tomado a primeira dose e muitos deles completado o esquema vacinal, o que, ao que tudo indica, é o caso da querelante. Além disso, a querelante não é pessoa idosa e não se tem notícia de que possui qualquer comorbidade, tanto é que, até onde se pode depreender, se vacinou dentro da sua faixa etária, uma vez que notícias amplamente divulgados nos meios de comunicação afirmam que a mesma tomou a primeira dose da vacina no mês de junho de 2021 e a segunda dose no final de agosto de 2021. Diante de todo o exposto, mantenho a audiência já designada, sendo certo que a mesma acontecerá de forma presencial”.

ANDERSON CAMPOS
Vereador Anderson Campos (Republicanos). Foto: Divulgação

 

Em julho, Xuxa abriu queixa no Cartório da 1ª Vara Criminal da Comarca de Nilópolis solicitando a condenação do vereador Anderson Campos por calúnia, injúria e difamação. A defesa e assessoria de Xuxa, os advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso, disseram que Anderson disseminou um discurso de ódio.

Em declarações defendendo o presidente da República Jair Bolsonaro, Campos fez as acusações afirmando que Xuxa não teria direito de pedir o impeachment do presidente. O parlamentar questionou ainda a moral da apresentadora, já que ela teria feito filmes com menores de idade.

Veja o vídeo que gerou a revolta da “ex-rainha dos Baixinhos”:

Diante dos pedidos negados, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou que a apresentadora Xuxa Meneghel deverá comparecer na audiência de conciliação, marcada para o próximo dia 22 de outubro, às 14, no juizado da 1ª Vara Criminal, localizado no Fórum de Nilópolis.

“O processo foi aberto por ela e no dia e horário determinados pelo juiz estarei lá para fazer valer meu direito de me expressar”, declarou o vereador Anderson Campos.

Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais