Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Manutenção no Guandu deixará Nilópolis sem abastecimento de água

Como parte da preparação da Cedae para o verão 2021/2022, a companhia fará a manutenção preventiva do Sistema Guandu no dia 25/11, quinta-feira, das 8h às 20h. O serviço mobilizará 400 profissionais entre engenheiros, eletricistas, mecânicos e agentes de saneamento, além de 28 veículos na operação.

Composto pela Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu e por dois subsistemas de água tratada, Marapicu e Lameirão, o sistema é responsável pelo abastecimento de mais de 9 milhões de pessoas – o que representa 85% no município do Rio de Janeiro e 70% da Baixada Fluminense.

A ação permite reparos e correções necessárias, como limpeza das estruturas, inspeção das instalações e substituição de válvulas e registros. Executada todos os anos, a operação este ano coincide com obras de modernização do sistema, como explica o diretor de Saneamento e Grande Operação da Cedae, Daniel Okumura:

“Vamos paralisar o sistema para fazer os reparos preventivos para o período do ano em que a estação é mais demandada. Paralelamente, as obras de modernização do Guandu focadas na melhora da eficiência do processo de tratamento da ETA seguem em andamento, o que vai gerar reflexos positivos já no próximo verão”, disse.

Com investimento de R$ 800 milhões, as obras do Guandu incluem aquisição de novos equipamentos e reforma das instalações. Essas intervenções incluem modernização dos filtros, eficientização do processo de limpeza dos decantadores, substituição de válvulas, reformulação do Centro de Controle Operacional (CCO) e do sistema de monitoramento.

Desligamento e normalização do abastecimento

O Sistema Guandu precisa ser desligado por 12 horas durante a operação, interrompendo temporariamente o fornecimento de água para os municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo.

O abastecimento será retomado após a conclusão da manutenção, mas, em alguns pontos das cidades, como ruas elevadas, por exemplo, o fornecimento poderá levar até 72 horas para normalizar.

Durante o período, a Cedae organizou esquema especial para atender com carros-pipa hospitais, unidades do Corpo de Bombeiros, escolas e demais serviços essenciais nas áreas de atuação da Companhia. Também será feito contato frequente com a empresa Águas do Rio, responsável pela distribuição de água em 124 bairros do município do Rio e cidades da Baixada Fluminense afetadas pela paralisação.

A companhia recomenda à população que reserve água para o período, adiando tarefas não essenciais que exijam grande consumo. Clientes da Cedae podem pedir o abastecimento por caminhão pipa pelo telefone 0800-282-1195.

Para mais informações sobre as áreas de atuação da Cedae e da Águas do Rio, a Companhia disponibiliza em sua página oficial ferramenta que indica a concessionária responsável pelo atendimento em cada bairro do Rio. O mapa dinâmico também mostra cidades que aderiram à segunda etapa do leilão de concessão, prevista para dezembro. Acesse pelo link: https://cedae.com.br/localizar

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: