Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todo dia

Publicidade

Procon de Nilópolis dá dicas para fugir de armadilhas na Black Friday

O Procon Municipal de Nilópolis tem orientado os consumidores da cidade sobre como fugir das armadilhas da Black Friday com dicas para desfrutar da data com maior segurança por meio de informativos divulgados nas redes sociais da prefeitura. Cartazes chamativos como de “oportunidade única” e “últimas unidades” são muito utilizados nesta data mas na maioria das vezes não são verdadeiros.

Para se proteger dessa armadilha o consumidor deve estar atento ao seu produto de desejo, guardando panfletos/prints com o valor do produto antes da Black Friday para poder confirmar se a promoção realmente existe e se vale a pena o investimento na data do evento.

Dicas para fugir de armadilhas

Não é incomum que algumas lojas subam o preço do produto próximo a Black Friday para na data abaixa-lo gerando assim a impressão de promoção ao consumidor. Nas compras pela internet, o consumidor deve estar alerta as lojas que oferecem o produto por um valor específico e após colocar no carrinho, o valor é aumentado. Caso isso ocorra, a recomendação também é de guardar prints que comprovem o ocorrido.

Quanto a forma de pagamento, ao efetuar uma compra prefira sempre pagar com cartão de crédito, e atenção com os sites que só aceitam receber por boleto, transferência bancária e agora o PIX, pois se tiver problema com a compra é mais difícil conseguir ressarcimento junto ao banco.

Produtos de mostruário e de liquidação tem o mesmo prazo de garantia previsto em lei.

• 30 dias para produtos não duráveis
• 90 dias para produtos duráveis

Nos casos em que a promoção se justifique pelo problema apresentado no produto, normalmente pequenos defeitos, estes devem ser apresentados ao consumidor detalhadamente devendo o mesmo apresentar sua concordância antes de efetuar a compra. O consumidor deve ter ciência total do que esta levando para casa.

Vale lembrar a importância de não informar seus dados de cartão de crédito pelas redes sociais. Desconfie de lojista que solicita essas informações.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação / PMN
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: