Notícias de Nilópolis todo dia

Publicidade

Mãe do primeiro bebê a nascer em Mesquita em 2022 é moradora de Nilópolis

Sem poder contar com uma maternidade pública em Nilópolis, a dona de casa Jackeline Cristina Ventura foi obrigada a procurar o Hospital Estadual da Mãe, localizado no bairro Rocha Sobrinho, em Mesquita. Ela é a mãe do primeiro bebê a nascer naquele município. Pesando 3,29 quilos e medindo 52 centímetros, o menino Samuel veio ao mundo aos 11 minutos de 2022.

Samuel também é o primeiro bebê a nascer na rede estadual de maternidades do Rio de Janeiro em 2022.  Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES), Jackeline Cristina chegou à unidade às 22h33, acompanhada da mãe, Jaciara da Fonseca Ventura de Oliveira. Já com 41 semanas de gravidez, foi internada e realizou exames de rotina, que indicaram a urgência de uma cesárea.

De acordo com a SES, o nascimento de Samuel ocorreu em um momento em que a segurança dos bebês e das mães são prioridade na gestão do estado, com ações de conscientização e investimentos no parto seguro. A mãe e o filho passam bem.

Nilópolis sem maternidade pública desde 2013

DEMOLIÇÃO HMJK
Operários iniciando a demolição do antigo Hospital JK. Foto: Reprodução da Internet

 

Até 2013 as mães nilopolitanas podiam contar com a maternidade do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek para darem a luz aos seus bebês. Naquele ano o então prefeito Alessandro Calazans, alegando condições precárias em que se encontrava o imóvel e sob uma proposta de construir no local um hospital moderno e bem maior, determinou a demolição do antigo prédio de três andares. Apesar da polêmica, a demolição começou no dia 15 de maio de 2014.

Em 2016,  o prefeito Calazans resolver vir a público e informa que o Governo Estadual teria atrasado os repasses para a construção, mesmo assim em nenhum momento as obras de construção do novo hospital foram paralisadas, mas seguiram em ritmo lento. Em agosto daquele ano, Calazans “inaugura” apenas o andar térreo do prédio, onde implanta a UPA 24h, que até então funcionava no bairro Cabuís. Desde então as mães nilopolitanas contam apenas com uma maternidade particular para darem a luz aos seus filhos.

Boa Notícia

RAFAEL NOBRE
Presidente da Câmara, vereador Rafael Nobre (PTB). Foto: Divulgação

 

Durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Nilópolis, realizada no dia 13 de abril de 2021, o presidente da Casa, vereador Rafael Pereira Nobre (PTB), anunciou que o prefeito Abraão David Neto (PL) formalizaria a proposta de transferir a UPA 24h, que desde 2016 funciona no primeiro pavimento do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, para o imóvel onde originalmente funcionava, localizado na Rua Antônio Pereira de Carvalho, 1337. A medida irá proporcionar a retomada das obras de conclusão do novo Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, atendendo a uma exigência do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Quase sete anos depois da demolição do antigo prédio do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, o sonho da população em ver um novo hospital atendendo pode finalmente estar virando realidade.

Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais