Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Nilópolis: Vereador pede transformação de imóvel abandonado em Centro de Inclusão Digital

Assim como já fizeram os vereadores Leandro Hungria (Solidariedade) e Álvaro Cunha Ramos (Avante), o vereador Anderson da Silva de Campos (Republicanos) é mais um parlamentar que solicita que a Prefeitura de Nilópolis dê uma solução para o imóvel abandonado da antiga Central de Monitoramento, localizada na Praça Vereador Orlando Hungria.

Campos, através da Indicação Legislativa 005/2022, solicita que o prédio seja reformado e transformado em um Centro de Inclusão Digital, com a disponibilidade de computadores públicos para o acesso à internet.

VEREADOR ANDERSON CAMPOS
Vereador Anderson Campos. Foto: Divulgação

 

De acordo com a justificativa apresentada pelo parlamentar, a iniciativa visa atingir pessoas que ainda não possuem acesso à Internet:

“Parece difícil, mas ainda temos pessoas que não possuem acesso à Internet. Assim, minha proposta é que lá elas possam realizar pequenas consultas, trabalhos escolares ou até mesmo a elaboração e o envio de currículos. É a minha sugestão para o local que está abandonado, com grande quantidade de lixo”, justificou o parlamentar.

Outros Vereadores também pediram providências para a antiga Central

Os vereadores Leandro Hungria (Solidariedade) e Álvaro Cunha Ramos (Avante) apresentaram na Câmara Municipal, as indicações legislativas 588/2021 e 578/2021, respectivamente, onde solicitam ao Executivo Municipal que providencie melhorias na Praça Vereador Orlando Hungria.

LEANDRO HUNGRIA
Vereador Leandro Hungria (Solidariedade). Foto: Divulgação

 

Leandro Hungria pediu a revitalização geral do local:

“É preciso devolver a praça ao povo nilopolitano. Infelizmente as últimas intervenções mudaram o aspecto da praça e afastaram a população. Minha proposta é fazer com que as famílias possam passear ali e durante a semana, sirva como um recanto de paz no meio da agitação do Centro.”, disse o parlamentar.

ALVINHO
Vereador Álvaro Cunha Ramos. Foto: Divulgação

 

Já Álvaro Ramos pediu urgência na demolição da antiga Central de Monitoramento:

“Além de não mais cumprir o seu propósito, o de proteger a sociedade nilopolitana, já que os equipamentos foram transferidos para outro espaço, o prédio ficou sem utilidade e agora é um potencial causador de problemas, inclusive servindo de abrigo para elementos de periculosidade”, explicou.

As indicações foram aprovadas por unanimidade no Plenário Vereador Orlando Hungria e foram encaminhadas para o prefeito Abraão David Neto (PL).

Promessa de ser a cidade mais vigiada

Inaugurada em 31 de maio de 2014 pelo então prefeito Alessandro Calazans, a Central de Monitoramento de Nilópolis contava com 54 câmeras fazendo a vigilância de toda a cidade. Através do imóvel, construído estrategicamente em um dos pontos mais movimentados de Nilópolis, policiais militares e guardas civis municipais iriam controlar as câmeras e identificar possíveis delitos.

Mas passados sete anos da sua inauguração, o prédio que antes era símbolo da segurança, virou um local de insegurança. Com a transferência da Central de Monitoramento da Praça Vereador Orlando Hungria para a sede da Guarda Civil Municipal, ocorrida 2017, o imóvel ficou sem uso. Na época, o então prefeito Farid Abrão destacou que estava transferindo a central para um local com melhor estrutura e que o imóvel seria usado para abrigar a Ouvidoria Municipal. Mas isso não aconteceu. Apesar da Central de Monitoramento estar funcionando diariamente durante 24h, monitorando toda a cidade, a sua antiga sede está vazia e agora assusta moradores e comerciantes.

Enquanto isso…

Enquanto a solução definitiva não vem, os moradores são unanimes em dizer que a Prefeitura deveria isolar o imóvel e interditar a área com tapumes, além de melhorar a iluminação no entorno da antiga Central de Monitoramento.

“Prefeito Abraão David Neto, pelo menos mande isolar essa área. Fecha isso tudo com tapumes até que se decida o que fazer. Assim pelo menos vamos evitar que aconteça algo pior aqui e mande aumentar a iluminação”, pede o morador Júlio Gama.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais