Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Prefeitura de Nilópolis promove palestras sobre descriminação e violência contra os direitos da mulher

‘Lugar de mulher é onde ela quiser’, essa frase estampava as blusas em homenagem ao Mês da Mulher, usadas na tarde da quarta-feira (30) pelas pessoas que participaram do evento Março Violeta, que teve como objetivo conscientizar a população sobre o combate à discriminação de mulheres no mercado de trabalho.

A 1ª Igreja do Nazareno foi palco para o início da cerimônia e a abertura das palestras. Compuseram a mesa o prefeito Abraão David Neto (PL), a vice-prefeita Flávia Duarte (PL), o secretário de Governo Ricardo Abrão, a secretária de Saúde Lenise Monteiro, a superintendente dos Direitos das Mulheres, Profª Nilcea Clara Cardoso, a defensora pública e mestre em direitos humanos Alessandra Bentes, a vereadora de Bom Jesus de Itabapoana, Luciara Amil Nunes Azevedo e a coordenadora do programa Empoderadas, Monique Bispo.

“Não podemos aceitar menos do que merecemos. Tudo que foi trabalhado durante esse mês a prefeitura vem trazendo como política pública, e que ecoe durante os 365 dias do ano. Que a gente não permita ser violentada nem pelo parceiro, nem no trabalho, nem em local algum. É uma luta que nós mulheres conseguimos equilibrar com razão e emoção. E que mais espaços por aí sejam ocupados por mulheres”, salientou Flávia Duarte.

Alessandra Bentes tratou do tema ‘Outras formas de violência contra a mulher: violência obstétrica e planejamento familiar’. Em seguida, Luciara Amil Nunes Azevedo falou sobre as consequências psicológicas na mulher vítima de violência. Finalizando as palestras, Monique Bispo apresentou o projeto, que ensina técnicas de defesa pessoal para mulheres.

Enfermeira da Estratégia Saúde da Família há 27 anos, Shirley Pimentel da Silva acredita que as palestras sobre violência contra as mulheres são necessárias.

“As palestras são de cunhos bem informativos para a gente. Nós trabalhamos com mulheres, com acolhimento constante das mulheres gestantes para fazer preventivo e atendimento de um modo geral. Por isso é muito importante sabermos as leis, as mudanças, o que está sendo para elas se cuidarem e se prevenirem melhor sobre abuso, assédio, entre outras coisas”.

O mês de março é marcado pela homenagem às mulheres, e a iniciativa Março Violeta busca sensibilizar a sociedade acerca dos males que esse grupo social sofre, para que o período não seja apenas de comemorações, mas também de conscientização. A ação é de autoria da deputada estadual Célia Jordão (Patriota) e busca promover, anualmente, atividades de compreensão sobre os principais problemas enfrentados pelas mulheres no ambiente profissional.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais