Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Vídeo: Policial morreu após evitar atropelar ciclista em Nilópolis

A imprudência de um ciclista foi a causa do acidente que matou o policial militar Celso Nascimento Furtado, 42, na noite do último domingo (22).

Imagens que circulam nas redes sociais, registraram o momento em que o ciclista sai repentinamente da Rua Ernesto Cardoso e atravessa em alta velocidade a Rua Getúlio de Moura. Logo atrás vinha a viatura policial do 20º BPM (Mesquita), que era conduzida pelo Cabo Furtado, que ao desviar de um ônibus se depara com o ciclista. Para evitar o atropelamento, o cabo faz uma manobra rápida, mas perde o controle da direção e acaba colidindo de frente em um poste. 

Nas cenas também é possível ver que o ciclista nem chega a parar para prestar socorro aos militares. Clientes de um posto gasolina e motoristas que passavam pelo local são os primeiros a tentar salvar a vida dos policiais e acionam os Bombeiros, que chegam ao local e encontram o Cabo Furtado preso às ferragens e já sem vida.  Já o Sargento Everton foi socorrido e encontra-se internado no Hospital da Polícia Militar e não corre risco de morte.

CABO FURTADO
Foto: Divulgação

 

Na corporação desde 2014, o cabo Furtado deixa esposa e um filho de 9 anos. O velório está previsto para às 8h desta terça-feira, dia 24, e o sepultamento para às 11h30, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

Ajuda aos colegas

De acordo com o 20º BPM (Mesquita), o Cabo Furtado e o seu colega, Sargento Everton, estavam indo atender a uma ocorrência que estava em andamento nas proximidades. 

Em uma postagem nas redes sociais, o comando do 20º BPM (Mesquita) lamentou a morte do policial:

“Hoje amanhecemos em um dia triste. O Comandante do 20° BPM presta toda sua solidariedade a família de nosso Policial CB FURTADO, que veio a falecer em um acidente de viatura ao atender o chamado de uma prioridade de amigos de trabalho, ao desviar de um ciclista, acabou colidindo e veio a falecer no local”, informou.

Viúva não sabe como contar ao filho

VIÚVA
Natalie Furtado esteve no IML de Nova Iguaçu. Foto: Reprodução da Internet

 

A esposa do cabo Celso Nascimento Furtado ainda está tentando assimilar o que aconteceu. Abalada, a professora Natalie Furtado esteve no IML de Nova Iguaçu na manhã desta segunda-feira (23) para liberar o corpo e disse que o filho do casal, de 9 anos, ainda não sabe que o pai morreu.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais