Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Governo do estado multa Supervia por irregularidades na estação de Olinda

O Governo do Estado, por meio do Procon-RJ, aplicou mais sete multas à concessionária Supervia por falha na prestação de serviço. As sanções, aplicadas na última sexta-feira, somam R$ 6.283.760,00. A concessionária está sendo multada por irregularidades encontradas nas estações Central do Brasil, São Cristóvão, Pavuna, Honório Gurgel, Rocha Miranda, Ricardo de Albuquerque, Anchieta, Olinda, Praça da Bandeira, Mangueira, Riachuelo e Engenho de Dentro. Superlotação e atrasos foram alguns dos problemas constatados que geraram as multas.

“Passamos da fase do diálogo e estamos exigindo que a empresa ofereça o serviço que o cidadão merece e precisa receber. A fiscalização é um dever do Estado, assim como é uma obrigação da Supervia respeitar o usuário e garantir que ele tenha um sistema que funcione”, avalia o governador Cláudio Castro.

Durante as fiscalizações realizadas nestas doze estações, os agentes constataram superlotação, atrasos, desnível e espaçamento inadequado entre os vagões e as plataformas, além da presença de homens no vagão destinado às mulheres e ausência de acessibilidade. Das multas, a que tem o maior valor é a que pune a Supervia pelas infrações nas estações Ricardo de Albuquerque, Anchieta e Olinda, no valor de R$ 1.538.880,00.

Na primeira quinzena de maio, duas sanções, que totalizaram R$ 3 milhões, foram aplicadas à empresa. Desde abril, a autarquia realiza ações de fiscalização nas estações de trem para apurar como o serviço é prestado à população. Outros 10 autos de infração foram lavrados e seguem os trâmites legais, que poderão resultar em novas multas.

“O cidadão fluminense merece um transporte digno, eficaz e de qualidade. As ações de fiscalização continuarão, enquanto os problemas denunciados pela população não forem sanados – garante o presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho.

Ações de fiscalização realizadas

Desde o mês de abril, o Procon vem realizando ações de fiscalização nas estações de trem da Supervia. Ao todo, 38 estações foram fiscalizadas e 20 autos de infração já foram lavrados. As vistorias foram iniciadas a pedido do governador Cláudio Castro, que determinou a apuração sobre como o serviço está sendo prestado à população.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais