Nilópolis Online
Notícias de Nilópolis todos os dias

Publicidade

Guardas Municipais de Nilópolis participam de palestra sobre atendimento às crianças e adolescentes

A pandemia de Covid-19 afetou psicologicamente muitas pessoas, principalmente crianças e adolescentes. Ao se adaptar a nova realidade, parte desse público retornou a vida social com mudanças no comportamento. Pensando nisso, ocorreu nesta quinta-feira (2/5), na Subseção Nilópolis da Ordem dos Advogados do Brasil, a palestra sobre a importância da atuação da Guarda Civil Municipal no atendimento às crianças e adolescentes.

O aumento de conflitos nas escolas e em locais públicos chamou atenção das secretarias de Segurança Pública e Desenvolvimento Social, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (CRIAAD) e Fundação para a Infância e Adolescência (FIA). O encontro contou com a presença desses órgãos responsáveis e dos Guardas Municipais, que aproveitaram a ocasião para esclarecer dúvidas sobre a atuação nas unidades escolares.

“O guarda municipal está abordando e aconselhando. A ronda escolar criou uma dependência da guarda. Os profissionais da segurança estão sobrecarregados”, esclareceu o secretário de Segurança, Esmar França, ressaltando a importância do papel da guarda no município.

Compondo a bancada, estavam presentes a secretária de Desenvolvimento Social, Everline Lima, o secretário de Segurança Pública, Esmar França, diretor executivo da Fundação para a Infância e Adolescência, Mike Alves, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (FIA), Vanessa Matta e o diretor executivo do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (CRIAAD), Almir Rocha de Sena.

Everline destacou a importância da palestra e contou que em breve terá o segundo encontro.

“Os adolescentes ficaram trancados em casa durante a pandemia, então percebemos que eles voltaram tanto para as escolas quanto para locais públicos com um comportamento diferente. Hoje vimos como a guarda pode agir nesses momentos de conflitos no município. Vamos alinhar a rede e o fluxograma com a funcionalidade de cada um”.

O diretor executivo do CRIAAD sugeriu que as secretarias façam uma capacitação para os grupos atuantes. Já o Mike ressaltou que os órgãos olhem com mais cuidado para esta criança e adolescente.

“Se as crianças vêm de uma pandemia e de repente volta tudo ao normal, elas vão mostrar tudo o que aprenderam dentro de casa naquele momento. Temos que entender o conjunto”.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Vanessa Matta, efetuou uma dinâmica com os guardas e deixou claro qual o objetivo da palestra.

“Nosso objetivo aqui é tentar amenizar os problemas. Tem que haver uma atuação dos órgãos. Estamos vendo as mudanças dessas crianças e adolescentes”.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação / PMN
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais